Álvaro Amaro apresenta aos autarcas do PSD moção que quer «descentralizar para mudar»

O presidente dos Autarcas Social-Democratas (ASD) Álvaro Amaro, que se recandidata ao segundo mandato, vai apresentar no congresso de Domingo, na Guarda, uma moção de estratégia global intitulada “+ Portugal, Descentralizar para Mudar”. Em comunicado enviado à agência Lusa, é referido que a moção, que tem o presidente da Câmara Municipal da Guarda como primeiro subscritor, «assume uma proposta reformista para o país e um pacto político para um modelo de descentralização que gere coesão e solidariedade dos territórios que o compõem». «A moção assume o poder local como uma instância de verdadeira expressão democrática do poder com uma grande capacidade de decisão, porque mais próxima das populações», salienta.
Segundo a nota, os subscritores da moção dos ASD comprometem-se “no combate político pelo reforço do poder local e pelo cumprimento de um programa de transformação e modernidade que incorpore a nova geração de desafios colocados às autarquias em Portugal, num sentido de valorizar a função social do poder local democrático”.
A “visão reformista” da moção “+ Portugal, Descentralizar para Mudar” desenvolve-se em quatro eixos fundamentais, sendo que dois estão relacionados com a reforma do sistema eleitoral para as autarquias e com a reforma do Estado e da configuração dos poderes.
A moção que o actual líder dos ASD vai apresentar no VIII Congresso sublinha ainda “a necessidade política da transferência de funções e competências para as autarquias não corresponder a um presente envenenado, quer por não ser acompanhada dos correspondentes meios e recursos financeiros e técnicos, quer pelo incumprimento da lei das finanças locais”.
O VIII Congresso dos ASD está marcado para Domingo, na Guarda, onde hoje começa a IV edição da Academia do Poder Local, organizada pelos ASD em colaboração com o PSD. O presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, presidirá à sessão de abertura, que está agendada para as 19:30.
Segundo os ASD, a iniciativa que «já se afirmou como o mais importante espaço formativo para autarcas e candidatos a autarcas», prolonga-se até Domingo e conta com 77 participantes. Arlindo Cunha, Sérgio Almeida, Álvaro Santos, Miguel Castro Neto, João Paulo Zbyszewski, Noel Gomes, Teresa Patrício Gouveia, Carlos Silva e os autarcas Carlos Silva Santiago, Alda Correia, Emídio Sousa e Olga Freire são os oradores desta Academia.

Comentar

. logged in para comentar.

Artigos relacionados

SiteLock

Voltar para o topo

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close