ANA MANSO REJEITA CULPAS

Ana Manso, ex-presidente do Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde da Guarda, rejeitou em tribunal qualquer culpa no recebimento de ajudas de custo após deixar de exercer o cargo. A antiga dirigente disse na primeira sessão do julgamento que não teve «rigorosamente nada a ver com a forma de processamento dos vencimentos» e que foi ela quem alertou para a situação logo que teve conhecimento da mesma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close