Aprovada Carta Europeia de Turismo Sustentável “Gata-Malcata Terras do Lince”

A candidatura do território da Serra da Malcata à Carta Europeia de Turismo Sustentável (CETS), dinamizada pelos municípios de Almeida, Penamacor e Sabugal, foi aprovada pela Federação Europeia de Parques Nacionais e Naturais (EUROPARC).
A CETS denominada “Gata-Malcata Terras do Lince”, que envolve uma vasta parceria, tem como objectivo promover a região abrangida ao nível do turismo sustentável em áreas protegidas. «A iniciativa partiu dos municípios de Almeida, Penamacor e Sabugal e contempla um vasto leque de agentes, que se mobilizaram e envolveram naquela que é a certificação que reconhece as estratégias de turismo sustentável em áreas protegidas na Europa», refere em comunicado a Territórios do Côa – Associação de Desenvolvimento Regional, com sede em Almeida.
Segundo a associação, que é responsável pela gestão, coordenação e monitorização da CETS, a candidatura foi validada «após vários meses de reuniões/fóruns, preparação do plano de acção e documento estratégico, e após visita do auditor no passado mês de Maio».
Na nota enviada à comunicação social é referido que para os presidentes das três autarquias abrangidas, António Baptista Ribeiro (Almeida), António Luís Beites (Penamacor) e António Robalo (Sabugal), «este é um passo de extrema importância para a coesão territorial e para o desenvolvimento turístico» daquele território dos distritos da Guarda e de Castelo Branco. «A cooperação e o trabalho em rede que este projecto exige para a sua sustentabilidade têm sido determinantes e espera-se que se perpetuem no tempo, pois o “galardão” é válido por cinco anos e após esse prazo será novamente reavaliado o trabalho», é referido.
Os autarcas «louvam» a certificação atribuída pela EUROPARC e sublinham «o apoio incondicional dos parceiros e entidades envolvidas, organizados por grupos temáticos, sendo estes os principais dinamizadores e embaixadores da região».
Do plano de acção da CETS “Gata-Malcata Terras do Lince” fazem parte vários projectos, a cargo de várias entidades, como os municípios de Almeida, Penamacor e Sabugal, a Territórios do Côa – Associação de Desenvolvimento Regional, o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas/Reserva Natural da Serra da Malcata, a Associação de Municípios da Cova da Beira, a Associação Empresarial do Sabugal, Fórum Florestal – Estrutura Federativa da Floresta Portuguesa, o Instituto Politécnico da Guarda, o Turismo Centro de Portugal e a Universidade da Beira Interior.
As entidades envolvidas reconhecem que a aprovação da candidatura «representa o reconhecimento de um território de elevado potencial, onde a Natureza e a paisagem se harmonizam num diálogo profundo» com os «magníficos produtos» e a «arte de bem receber» das suas gentes. A cerimónia de entrega dos certificados decorrerá nos dias 5 e 6 de Dezembro, no Parlamento Europeu, em Bruxelas.

Comentar

. logged in para comentar.

Artigos relacionados

SiteLock

Voltar para o topo

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close