Associações querem comércio aberto durante o estado de emergência

A União de Associações do Comércio e Serviços (UACS) defende que o comércio e serviços não essenciais devem poder manter-se abertos durante o novo estado de emergência.

Em comunicado, a UACS afirma que «deve ser dada a oportunidade do comércio e serviços não essencial estarem abertos por um período de horário mais reduzido durante o novo estado de emergência, anunciado pelo Governo».

Porém, caso se verifique o encerramento do comércio não essencial devido à evolução da pandemia, a UACS reivindica «medidas adicionais que acautelem a sobrevivência das empresas», salientando que os mecanismos de acesso aos apoios devem ser «agilizados, simplificados e desburocratizados, de modo a permitirem um reforço rápido das tesourarias».

«Caso contrário, o tecido empresarial comercial nunca conseguirá recuperar e acabará por desaparecer, o que resultará na perda de milhares de postos de trabalho com graves consequências para a economia», sublinha a UACS.

A presidente da direcção da UACS, Lourdes Fonseca, citada no documento, diz que os empresários dos sectores do comércio e serviços que representa «têm sido absolutamente exemplares no escrupuloso cumprimento das regras legais e recomendações da DGS [Direcção-Geral da Saúde] em matéria de funcionamento, acesso, prioridade, atendimento, higiene e segurança no actual contexto».

Segundo a responsável, estes sectores são dos «mais penalizados» pelas medidas restritivas aprovadas desde a primeira declaração do estado de emergência, reclamando «medidas de apoio a fundo perdido e injectar liquidez nas empresas o quanto antes».

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close