Centro recebe 264 novos médicos, 200 para a área área hospitalar

A região Centro recebe, de um total de 264 novos médicos, 200 para a área hospitalar, 62 em Medicina Geral e Familiar e dois na área da Saúde Pública, anunciou a Administração Regional de Saúde do Centro. Para a Unidade Local de Saúde estão destinadas 11 vagas para novos médicos de várias especialidades (Cardiologia-2, Cirurgia Geral-1, Gastrenterologia-1, Medicina Interna-2, Oftalmologia-1, Ortopedia-1, Radiologia-1 e Saúde Pública-1) e ainda três vagas para especialistas em medicina geral e familiar.
Numa nota de imprensa enviada à comunicação social, a Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC) diz que «com a contratação destes novos profissionais, conjugada com a atribuição de incentivos à fixação em zonas carenciadas, será reforçada, de forma substancial, a resposta ao nível dos cuidados hospitalares e cuidados de saúde primários na região Centro».
«Foram hoje publicados, em Diário da República, os despachos que autorizam a abertura de procedimentos concursais para a contratação de médicos das áreas hospitalar, de Medicina Geral e Familiar e de Saúde Pública para unidades de saúde da área de influência da Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC)», lê-se ainda na nota.
A distribuição de vagas teve «como base um conjunto de critérios que consideram as necessidades de cada instituição do SNS [Serviço Nacional de Saúde], com especial enfoque, a nível da região Centro, nas unidades de saúde do Interior», explica a ARSC.
Os hospitais do Algarve, de Évora, de Coimbra e o Centro Hospitalar de Lisboa Central são os que estão autorizados a contratar maior número de médicos recém-especialistas, segundo despachos ontem publicados.
Para o Centro Hospitalar de Lisboa Central, que integra o S. José e a Maternidade Alfredo da Costa, onde ocorreram há 15 dias demissões de chefes de equipa, estão atribuídas 54 vagas para os novos médicos que concluíram a especialidade há cerca de três meses. O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra poderá receber 47 novos médicos. No Centro Hospitalar e Universitário do Algarve há vagas para 41 novos especialistas, estando definido o mesmo número de vagas para o hospital do Espírito Santo de Évora.
Segundo o despacho, foram abertas 37 vagas para o Centro Hospitalar de Leiria, 36 para o Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental, que integra os hospitais S. Francisco Xavier, Egas Moniz e Santa Cruz, e 34 vagas para o Centro Hospitalar Lisboa Norte, que inclui o Hospital Santa Maria e o Hospital Pulido Valente. Neste concurso foram ainda abertas 34 vagas para o Centro Hospitalar Tondela-Viseu e 30 para o Hospital Garcia de Orta, em Almada.
Ao todo, o Governo autoriza a abertura de concurso para 856 médicos de várias especialidades hospitalares, sendo 17 delas para a área da saúde pública.
Foi ainda publicado em Diário da República o diploma que autoriza a abrir vagas para 378 novos especialistas em medicina geral e familiar para ocupar lugares em centros de saúde e unidades de saúde familiares. Para a ULS foram autorizadas três vagas (Guarda, Sabugal e Seia).
Relativamente à medicina geral e familiar, o maior número de vagas foi aberto na Administração Regional de Saúde (ARS) de Lisboa e Vale do Tejo (195), seguido da ARS Norte (67) e da ARS Centro (62).

Comentar

. logged in para comentar.

Artigos relacionados

SiteLock

Voltar para o topo

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close