Cidália Valbom lidera lista do PSD à Assembleia Municipal da Guarda (actualização)

A independente Cidália Valbom, de 51 anos, é a cabeça de lista à Assembleia Municipal da Guarda na candidatura do social-democrata Álvaro Amaro às eleições autárquicas de 01 de Outubro.
A candidata, que em 2013 ocupou o terceiro lugar na lista independente então encabeçada por Virgílio Bento, ex-presidente da autarquia da Guarda, vai agora liderar a lista do PSD concorrente à Assembleia Municipal, que no actual mandato é presidida pelo cientista Carvalho Rodrigues, que não se recandidata. O anúncio do nome de Cidália Valbom, inspectora do Instituto dos Registos e do Notariado, foi hoje feito por Álvaro Amaro, actual presidente do município da Guarda, pela coligação PSD/CDS-PP, que se recandidata agora apenas pelo PSD.
Cidália Valbom explicou que aceitou o convite para integrar a candidatura social-democrata porque “chegou a hora de poder dar um pequeno contributo” à Guarda, a terra que a acolheu há vários anos, pois é natural de Coruche.
Além do primeiro nome da lista à Assembleia Municipal, Álvaro Amaro anunciou que Álvaro Estevão (militante do CDS-PP) vai ser o mandatário da sua candidatura, Constantino Rei (presidente do Instituto Politécnico da Guarda) o coordenador do programa eleitoral, Tiago Gonçalves (deputado municipal) será o director de campanha e o social-democrata Peres de Almeida o mandatário financeiro.
O actual presidente da Assembleia Municipal da Guarda, Carvalho Rodrigues, será o presidente da Comissão de Honra da candidatura social-democrata.
Na sessão, Álvaro Amaro prometeu que fará uma campanha eleitoral “tranquila, alegre, feliz, mas tendente a uma grande vitória”. “Julgo que sou o [candidato] mais bem preparado. Desculpem a presunção, desculpem a vaidade”, assumiu.
O candidato adiantou que está a preparar uma “grande coligação” e sublinhou que “quando chegará a altura” o eleitorado verá “quanto é substantiva”.
No dia em que anunciou que era candidato ao segundo mandato, Álvaro Amaro disse que o fazia por “respeito para com a Guarda”, “de orgulho pela Guarda” e “de afecto com a Guarda”, acrescentando hoje mais duas razões: gratidão e satisfação.
Nas eleições autárquicas de 2013, o actual presidente da Câmara Municipal da Guarda e dos Autarcas Sociais Democratas (ASD), Álvaro Amaro, que concorreu em coligação com o CDS-PP, foi eleito presidente da maior autarquia do distrito da Guarda, por maioria absoluta, com 51,43% dos votos e cinco mandatos autárquicos, ocupando o PS os outros dois lugares do executivo. O social-democrata conquistou ao PS uma presidência gerida por este partido desde as primeiras eleições autárquicas (1976).

Comentar

. logged in para comentar.

Artigos relacionados

SiteLock

Voltar para o topo

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close