Distrital do PSD da Guarda dá «apoio inequívoco» a Rui Rio

A Comissão Política Distrital do PSD da Guarda anunciou hoje que declara «apoio inequívoco» a Rui Rio na disputa interna, por considerar que é o candidato que «mais adequadamente serve os interesses do PSD e do país».
A distrital do PSD, presidida por Carlos Peixoto, refere em comunicado que os seus membros decidiram manifestar «apoio inequívoco e incondicional à recandidatura de Rui Rio para presidente do partido». «A decisão tomada teve em consideração a importância que esta eleição assume para o futuro do partido e partiu da ponderação de que Rui Rio é actualmente o candidato que mais adequadamente serve os interesses do PSD e do país», é justificado.
Segundo a nota, Rio é «uma personalidade determinada, autêntica, genuína, séria e com enorme sentido de Estado, colocando sempre os interesses do país à frente de qualquer táctica pessoal ou partidária».
A estrutura distrital do PSD/Guarda considera ainda que o actual líder nacional do partido é «o único candidato que tem a oportunidade de fazer uma oposição construtiva, combativa e permanente na Assembleia da República». Acrescenta que é também um líder «que já reconheceu valer a pena “comprar uma guerra” pelo desenvolvimento do Interior, sendo conhecida a sua sensibilidade para os dois maiores desafios que o país atravessa, a demografia e a coesão territorial», que «muito dizem» à região da Guarda.
Ainda de acordo com a nota, a deliberação surgiu num momento em que já são conhecidos os candidatos à liderança do PSD, o que «permitiu a todos os membros fazerem uma consciente e cuidada reflexão».
A distrital do PSD/Guarda considera também que sendo as eleições autárquicas uma «prioridade absoluta para o partido», Rui Rio é «o homem certo para gerir o próximo processo eleitoral autárquico, face à enorme experiência de que é detentor neste domínio».
As eleições directas para a escolha do presidente do PSD foram agendadas para 11 de Janeiro e o congresso nacional realiza-se entre 07 e 09 de Fevereiro, em Viana do Castelo. Até ao momento, há três candidatos: Rui Rio, o actual presidente; Luís Montenegro, ex-líder parlamentar; e Miguel Pinto Luz, vice-presidente da câmara de Cascais, distrito de Lisboa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close