GNR identificou suspeito de fogo florestal em Seia

A GNR identificou um homem de 63 anos por crime de incêndio florestal nas localidades de Vide e Cabeça, no concelho de Seia. O Comando Territorial da GNR da Guarda refere hoje em comunicado que o homem foi identificado na quinta-feira, através do Núcleo de Protecção Ambiental (NPA) de Gouveia. «Na sequência do alerta de um incêndio florestal no início da noite de dia 17 de Março [quarta-feira], os elementos do NPA deslocaram-se ao local, tendo apurado que o incêndio teve origem na realização de uma queima de sobrantes florestais e consumido uma área superior a 300 hectares em área florestal», indica a fonte.

A GNR adianta na nota que no decorrer das diligências policiais identificou o suspeito e os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial de Seia. A acção de investigação contou com o reforço de militares dos Postos Territoriais de Seia e de Loriga.

O Comando Territorial da GNR da Guarda relembra que as queimas de sobrantes “são uma das principais causas de incêndios” no país. «Em qualquer altura do ano é proibido queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração florestal ou agrícola sem pedir autorização ou fazer comunicação prévia», acrescenta.

O fogo que deflagrou às 23:27 de Quarta-feira, numa área de pinhal e mato, na localidade de Cabeça, freguesia de Vide e Cabeça, em Seia, entrou pelas 18:19 de quinta-feira na fase de resolução, segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda. Segundo o CDOS, as chamas, que evoluíram para uma zona de difícil acesso, não colocaram «povoações em risco».

No combate ao incêndio chegaram a estar envolvidos um total de 161 homens, 47 viaturas e cinco meios aéreos (quatro aviões e um helicóptero), indicou. Segundo a página da Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil, o incêndio está hoje em fase de conclusão (incêndio extinto, com pequenos focos de combustão dentro do perímetro) e no terreno encontram-se 44 homens, 10 viaturas e um meio aéreo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close