Governo pede rapidez na execução de projectos de estabilização de emergência

O secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas, pediu Quarta-feira rapidez aos municípios na execução de projectos de estabilização de emergência de solos atingidos pelos incêndios de 2017. «Nós temos nas duas Comunidades Intermunicipais (CIM) que visitei, a CIM Dão Lafões e a CIM Beiras e Serra da Estrela, 6,5 milhões de euros para projectos de estabilização de emergência, com baixa execução», disse o governante.
Miguel Freitas, que falava aos jornalistas na Guarda, no final de uma reunião com a CIM Beiras e Serra da Estrela, disse que o Governo está a procurar fazer com que, «com rapidez», os municípios das duas comunidades, as organizações de produtores florestais e os baldios «possam lançar os concursos para executar essas candidaturas». «São candidaturas complexas, de valores elevados, algumas delas no valor de um milhão de euros», observou.
Segundo o secretário de Estado das Florestas, o objectivo do Governo é que a partir do Inverno seja feita a execução «de uma parte» das candidaturas que ajudarão não apenas a estabilizar linhas de água, a «fazer barreiras para estabilizar enxurradas em zonas muito declivosas», como «para limpar uma parte daquilo que é material queimado e fazer a sua trituração e incorporação no solo».
Miguel Freitas observou ainda que a comunidade Beiras e Serra da Estrela, constituída por 15 municípios, sendo 12 do distrito da Guarda (Almeida, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Guarda, Gouveia, Manteigas, Meda, Pinhel, Seia, Sabugal e Trancoso) e três do distrito de Castelo Branco (Belmonte, Covilhã e Fundão), foi aquela que no cômputo nacional mais faixas de interrupção de combustível executou, com «cerca de 250 quilómetros».

Comentar

. logged in para comentar.

Artigos relacionados

SiteLock

Voltar para o topo

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close