“INCISÃO NO TEMPO” DE JÚLIO POMAR NO MUSEU DO CÔA

O Museu do Côa tem patente até dia 5 de Agosto cerca de duas centenas de peças do acervo de Júlio Pomar, que faleceu Terça-feira da semana passada, aos 92 anos, no Hospital de Luz, em Lisboa. A exposição “Incisão no Tempo”, que celebra os 70 anos de carreira do pintor, foi inaugurada no passado dia 17 de Março, tem curadoria de Sara Antónia Matos e Pedro Faro e resulta de uma parceria entre a Fundação Côa Parque e o Atelier-Museu Júlio Pomar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close