Matosinhos vai ficar com o Museu Nacional da Emigração que a Guarda queria

A Câmara da Guarda queria que o Museu Nacional da Emigração ficasse no futuro “Quarteirão das Artes” (que engloba o Museu e o Paço da Cultura) mas afinal vai ficar em Matosinhos. A decisão foi revelada ontem pelo secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, na sessão de encerramento do Fórum Luso-Estudos, promovido pelo Observatório dos Lusodescendentes, na Sociedade de Geografia de Lisboa.
«Há uma vontade de investimento financeiro de relativo vulto por parte da Câmara Municipal de Matosinhos», afirmou o membro do Governo. O projecto do Museu é da autoria do arquitecto Souto de Moura.
O secretário de Estado sublinhou que a constituição do museu da diáspora «é um objectivo nacional» e vincou a necessidade de articulação «com outras unidades museológicas no país», como o Museu das Migrações e das Comunidades, em Fafe, o Espaço Memória e Fronteira, localizado em Melgaço, e o Museu da Emigração Açoriana, instalado na Ribeira Grande.
De recordar que na sequência de uma proposta apresentada na Assembleia da República pelo deputado socialista Paulo Pisco, o presidente da Câmara da Guarda, Álvaro Amaro, fez saber em Maio do ano passado, que pretendia acolher na cidade o Museu Nacional da Emigração, integrado no chamado “Quarteirão das Artes”. Os então dois vereadores do PS na autarquia (Joaquim Carreira e Graça Cabral), assim como a restante vereação, comungaram da mesma opinião do presidente do Município.
O autarca disse na ocasião que estava convicto de que a Guarda tinha possibilidades de ser atendida, uma vez que o distrito foi, «senão o mais sangrado, um dos mais sangrados» pelo fenómeno da emigração. «Queria que o Governo do meu país (…) não tenha a tentação de fazer mais um Museu Nacional da Emigração no Terreiro do Paço [em Lisboa] ou ali perto», desejou o autarca, considerando que os territórios do Interior «têm direito» a ter projectos nacionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close