Média de adopção no CRO da Guarda atingiu quase os 70% em 2016

Dificilmente o Centro de Recolha Oficial (CRO) da Guarda atingirá a média de adopções registada em 2016, a rondar os «70 por cento». «Estou em crer que não é possível chegarmos a esses números», confidencia o responsável, José Manuel Nunes, defendendo que será necessário encontrar alternativas.

Comentar

. logged in para comentar.

Artigos relacionados

SiteLock

Voltar para o topo

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close