Menos tempo na escola e intervalos desencontrados são algumas das medidas no maior agrupamento de escolas do distrito da Guarda

Os mais de dois mil alunos do Agrupamento de Escolas Afonso de Albuquerque, o maior do distrito da Guarda, regressam às aulas no próximo dia 17, limite estabelecido pelo Ministério da Educação para as escolas iniciarem o ano lectivo 2020/2021. Num ano atípico, marcado pela pandemia de Covid-19, o Agrupamento definiu um conjunto de medidas para acompanhar as directrizes do Ministério da Educação preconizadas para reduzir o risco de contágio em ambiente escolar. O objectivo é tentar ter os alunos o menos tempo possível na escola, evitar grandes aglomerados e fazer cumprir as regras de segurança, como explicou ao TB a directora do Agrupamento, Amélia Fernandes. E por isso os alunos terão mais períodos livres, os intervalos serão desencontrados e serão criados o número máximo de circuitos de entrada e saída para evitar cruzamentos.

Ao nível da composição das turmas não foi possível fazer grandes alterações. No primeiro ciclo cada turma terá no máximo 24 alunos e nos restantes níveis de ensino o limite é de 28. Mais detalhes na edição desta semana do Jornal Terras da Beira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close