Ministro diz que a Linha da Beira Baixa será inaugurada este ano

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, afirmou Quarta-feira que o Ferrovia 2020 será concluído dentro do prazo, até Dezembro de 2023, acrescentando que a linha da Beira Baixa será inaugurada até final do ano.

«A ferrovia é um instrumento promotor da coesão territorial, grande parte dos investimentos que estão a ser feitos são de ligação do litoral com o interior e do interior com o próprio interior, como é o caso da linha da Beira Baixa que estará pronta para ser inaugurada até final deste ano», disse o ministro no parlamento, numa audição no âmbito da discussão na especialidade do Orçamento do Estado para 2021 (OE2021).

Questionado pelos deputados sobre a execução do Ferrovia 2020, Pedro Nuno Santos disse que neste momento «75% do Ferrovia 2020 estão em obra ou em contratação para obra», indicando que existem vários investimentos em curso e com obra concluída estão apenas 8%.

«O prazo final para financiamento comunitário é Dezembro de 2023 e assim será», garantiu o ministro, indicando que não se registam atrasos novos, pelo que os prazos serão cumpridos e o Ferrovia 2020 será «totalmente executado no final deste prazo».

Segundo Pedro Nuno Santos, «é normal» que no processo de contratação e investimento público haja alguns prazos que possam resvalar mas «na globalidade os prazos estão a ser cumpridos», acrescentou o ministro.

O Governo prevê ter «tudo em empreitada» no primeiro trimestre de 2021, disse ainda Pedro Nuno Santos.

Sobre o plano nacional ferroviário, previsto no programa do Governo, o ministro disse que o debate será lançado em Janeiro e que o executivo espera apresentá-lo no parlamento dentro de um ano «no máximo».

«Janeiro de 2021 é o mês em que vamos dar o arranque para o grande debate nacional» sobre o plano nacional ferroviário, disse o governante.

«Queremos um grande debate nacional que envolva operadores, autarcas, associações empresariais, trabalhadores, para que o país se envolva sobre a rede ferroviária», sublinhou Pedro Nuno Santos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close