“Passadiços do Mondego” deverão começar brevemente a ser construídos

O Tribunal de Contas (TC) já deu luz verde à construção dos “Passadiços do Mondego” no concelho da Guarda, devendo as obras começar brevemente. Como o TB noticiou em anteriores edições, o TC tinha solicitado ao município que justificasse que havia «sustentabilidade financeira para fazer aquela obra, se não houver fundos comunitários». Prestados os devidos esclarecimentos, o TC deu aval ao projecto. A autarquia pretende agora avançar brevemente com as obras ainda antes do final do ano.
O projecto da Câmara Municipal da Guarda está orçado em 1,3 milhões de euros e consiste na instalação de um conjunto de passadiços de madeira num trajecto de extensão total de cerca de 11,5 quilómetros. O trajecto desenvolve-se nas margens do Rio Mondego, estando prevista a instalação de pontes suspensas e vários miradouros ao longo do percurso entre a barragem do Caldeirão e Videmonte.
Recorde-se que os “Passadiços do Mondego” foram um dos projectos prometidos pelo presidente da Câmara com funções suspensas Álvaro Amaro. O autarca sempre defendeu tratar-se de um projecto estruturante para o concelho. No programa eleitoral da candidatar do PSD às autárquicas de 2017, o projecto é considerado como «um investimento âncora de cariz regional em todo o Vale do Mondego». «A sua concretização potenciará os recursos endógenos locais, dinamizará a economia das aldeias e colocará a Guarda no patamar nacional dos melhores e mais bonitos percursos do país».

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close