PJ deteve suspeito de peculato e falsificação de documentos no Sabugal

Um homem de 52 anos foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) no Sabugal por suspeita da prática de crimes de peculato e de falsificação de documentos, que resultaram na alegada apropriação de mais de 240 mil euros.
O Departamento de Investigação Criminal da PJ da Guarda refere em comunicado hoje divulgado que o homem, actualmente desempregado, é o presumível autor de um crime de peculato e de vários crimes de falsificação de documento, ocorridos entre Outubro de 2012 e Junho de 2016.
“O detido, no exercício de funções em instituição de crédito pública, mediante falsificação de documentos e utilização ilegítima de documentos que os clientes lhe deixavam assinados, ter-se-á apropriado de mais de duzentos e quarenta mil euros, valores pertencentes a clientes da instituição que ele geria”, refere a fonte.
O suspeito vai ser presente às autoridades judiciais competentes para primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close