Plataforma para a reposição das SCUT aprova manifestação à porta do primeiro-ministro

A Plataforma de Entendimento para a Reposição das SCUT (sem custos para o utilizador) na A23 e A25 aprovou ontem a realização de uma manifestação à porta da residência oficial do primeiro-ministro, em Lisboa, e duas marchas lentas.
A Plataforma de Entendimento aprovou, por unanimidade e aclamação, uma moção durante o Fórum Público pela Reposição das SCUT – Sem Custos para o Utilizador, na A23 e na A25, realizado na Covilhã, que inclui, em data a definir, uma manifestação em Lisboa, à porta da residência oficial do primeiro-ministro, António Costa.
Foi ainda decidido realizar duas marchas lentas, uma no dia 6 de Abril, na Estrada Nacional-18, entre a Covilhã, Lardosa e Castelo Branco, e outra, em data a definir, entre Vilar Formoso, Celorico da Beira, Guarda, Covilhã, Belmonte, Guarda.
A Plataforma foi ainda mandatada para realizar as acções que considerar convenientes e para estar presente na Assembleia da República quando forem discutidos os projectos de resolução para a abolição de portagens, apresentados pelo PCP e pelo Bloco de Esquerda.
Luís Veiga, do Movimento de Empresários pela Subsistência do Interior, uma das sete entidades dos distritos de Castelo Branco e da Guarda que integram a Plataforma, disse no final que este é um primeiro passo para um trabalho mais amplo.
Já Luís Garra, membro da União dos Sindicatos de Castelo Branco (USCB), que também integra o movimento, sublinhou que o problema das portagens é “grave” e requer “soluções imediatas”.
A Plataforma de Entendimento para a Reposição das SCUT na A23 e A25 integra sete entidades dos distritos de Castelo Branco e da Guarda, nomeadamente a Associação Empresarial da Beira Baixa, a União de Sindicatos de Castelo Branco, a Comissão de Utentes Contra as Portagens na A23, o Movimento de Empresários pela Subsistência pelo Interior, a Associação Empresarial da Região da Guarda, a Comissão de Utentes da A25 e a União de Sindicatos da Guarda.

Comentar

. logged in para comentar.

Artigos relacionados

SiteLock

Voltar para o topo

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close