Programa de Estabilidade não faz referência ao investimento no hospital da Guarda

O Programa de Estabilidade 2021/2025 apresentado pelo governo, na semana passada, menciona os investimentos estruturantes previstos ao nível das infraestruturas hospitalares, mas a lista não faz qualquer referência às obras anunciadas para o hospital da Guarda. O texto refere que «o Estado tem em curso um investimento global superior a 1.100 milhões de euros» direccionados à construção de novos centros hospitalares e também para a melhoria das infraestruturas já existentes, mas o hospital da Guarda não surge entre as intervenções.

Nas novas construções destaca-se a nova unidade do Centro Hospitalar de Lisboa Central, bem como o novo Hospital Central do Alentejo. Nos projectos de melhoria das infraestruturas destacam-se as intervenções no Hospital de São João (nova ala pediátrica) e no Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia – Espinho (fase B do novo edifício), ambos com conclusão prevista ainda em 2021, bem como a intervenção no IPO de Coimbra (obras de requalificação nas áreas cirúrgicas). O documento, que será debatido no Parlamento no dia 29 de Abril, seguirá para a Comissão Europeia. (Notícia completa na edição desta semana do Jornal Terras da Beira)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close