Restrições na fronteira de Vilar Formoso fechada desde as 23 horas de Segunda-feira

SONY DSC

As autoridades nacionais e espanholas repuseram Segunda-feira, às 23 horas, o controlo na fronteira terrestre de Vilar Formoso, em Portugal, devido à pandemia de Covid-19, o que coloca restrições a quem pretende circular entre os dois países. Em Vilar Formoso, entre as 23:00 e as 23:20, as autoridades portuguesas permitiram o acesso ao território nacional de quatro viaturas ligeiras, mas as espanholas impediram a passagem de dois veículos franceses, como constatou a agência Lusa no local.
Espanha está a fazer o controlo na principal fronteira terrestre através de elementos da Guardia Civil e da Polícia Nacional, e Portugal com elementos da GNR e do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras. Pelas 23:06 uma cidadã francesa foi parada na fronteira pelas autoridades espanholas e foi impedida de prosseguir viagem. A mulher disse que foi surpreendida pela situação e que pretendia seguir para França, mas não foi autorizada a prosseguir.
Pouco tempo depois, voltou a fazer nova tentativa, mas os polícias espanhóis não a deixaram seguir viagem e teve de voltar para trás. Por volta das 23:10 foi mandada parar outra viatura, também de matrícula francesa, conduzida por um francês, proveniente da Covilhã que tencionava seguir para a zona de Paris.
O condutor foi surpreendido pela decisão da polícia espanhola. «É uma situação difícil, mas compreendo», disse à Lusa.
O Governo anunciou Segunda-feira o controlo de fronteiras terrestres com Espanha, passando a existir nove pontos de passagem exclusivamente destinados ao transporte de mercadorias e trabalhadores que tenham de se deslocar por razões profissionais. Um desses pontos é Vilar Formoso, a principal fronteira terrestre, situada no concelho de Almeida, no distrito da Guarda, que faz ligação com a localidade espanhola de Fuentes de Oñoro.
Em conferência de imprensa em Lisboa, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, adiantou que estas medidas vão vigorar até 15 de Abril e inserem-se no combate à pandemia do Covid-19.
«Estão impedidas todas as deslocações turísticas e de lazer entre os dois países», disse, referindo que nos nove pontos de fronteira «apenas será autorizada» a circulação de veículos de mercadorias, pessoal diplomático, acesso a cuidados de saúde e saída de cidadãos estrangeiros que residam em outros países da União Europeia.
A abolição das fronteiras entre os dois países entrou em vigor no dia 01 de Janeiro de 1993, mas devido à Covid-19, as autoridades portuguesas e espanholas passaram a fazer o controlo de quem entra e de quem sai do respectivo território.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close