SEcretário de Estado considera que a segurança é «determinante» para fixar pessoas no Interior

O secretário de Estado da Valorização do Interior, João Paulo Catarino, disse hoje, na Guarda, que a segurança é «determinante» para a fixação de pessoas nos denominados territórios de baixa densidade. «É determinante. As pessoas para virem, para se manterem nestes territórios e para cá continuarem, têm de ter a certeza de que continuam a ter segurança», disse João Paulo Catarino aos jornalistas, após a sessão de abertura do seminário internacional sobre “Organização e policiamento em territórios de baixa densidade: que modelo?”, organizado pelo Comando Territorial da GNR da Guarda.

Para o governante, também é «importante» que as pessoas que residem nas zonas do Interior «tenham os mesmos padrões de qualidade do serviço público, onde está obviamente a segurança, que têm as pessoas que vivem nas Áreas Metropolitanas, porque é até uma questão de constitucionalidade».

Sobre a temática do seminário, João Paulo Catarino observou que a GNR tem «feito um extraordinário trabalho de proximidade» e «há hoje um conjunto de programas, no âmbito da GNR, precisamente para essa proximidade ser mais efectiva ainda». A propósito do tema em discussão, referiu que «é um óptimo exemplo» de que a guarda «sabe que quer melhorar, sabe qual é o caminho e o percurso que tem que fazer para melhorar e para estar mais próximo dos cidadãos».

O presidente da Câmara Municipal da Guarda, Álvaro Amaro, também valorizou a iniciativa realizada no âmbito das comemorações de mais um aniversário do Comando Territorial da GNR da Guarda e elogiou o comandante Cunha Rasteiro «pela escolha do tema, que é actual». Para o autarca, a organização e o policiamento em territórios de baixa densidade «é um tema muito sério».

A GNR promove o seminário internacional, que conta com a participação de vários especialistas nacionais e de Espanha, para dar resposta a diversas questões. «Não é só o modelo, mas também para onde é que caminhamos. Como é que as outras organizações caminham? Qual é que é a perspectiva a médio e curto prazo em termos do número de habitantes que estas zonas vão ter e a reorganização que o próprio Estado vai ter no Interior?», são perguntas para as quais o comandante da GNR local, Cunha Rasteiro, espera obter respostas.

O seminário decorre durante o dia de hoje no pequeno auditório do Teatro Municipal da Guarda e inclui a abordagem dos temas “Territórios de baixa densidade: o que nos une e separa?”, “O papel dos agentes locais” e “Que modelo de organização de policiamento”.

Comentar

. logged in para comentar.

Artigos relacionados

SiteLock

Voltar para o topo

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close