Tribunal aceita providência cautelar contra abate de árvores

O Tribunal Administrativo e Fiscal de Castelo Branco aceitou uma providência cautelar apresentada por um grupo de cidadãos e pela Quercus contra o abate de árvores na Avenida Cidade de Salamanca, na Guarda.

Comentar

. logged in para comentar.

Artigos relacionados

SiteLock

Voltar para o topo

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close