Universidade da Beira Interior adia cerimónia de doutoramentos Honoris Causa como medida preventiva devido ao Covid-19

FRANCISCO LEONG - 01.08.2000 - UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR - PAIS

A Universidade da Beira Interior (UBI) decidiu adiar a cerimónia de doutoramentos Honoris Causa, que estava marcada para dia 11, como medida preventiva devido ao surto de Covid-19, anunciou hoje aquela instituição sediada na Covilhã, distrito de Castelo Branco.
“Esta opção é uma medida preventiva que tem como objectivo acautelar potenciais riscos inerentes à existência da infecção do Covid-19 e está de acordo com os conselhos que têm sido emanados pela Direção Geral de Saúde para os eventos de massas, potencialmente disseminadores do coronavírus”, lê-se no comunicado enviado à comunicação social.
A informação refere que o evento irá realizar-se em “data a definir, mas numa altura em que existam condições para que a cerimónia possa corresponder ao nível que se pretende”.
A UBI decidiu atribuir os doutoramentos Honoris Causa a Orlando António Quilambo, reitor da Universidade Eduardo Mondlane (Moçambique), e Orlando Manuel José Fernandes da Mata, reitor da Universidade Mandume Ya Ndemufayo (Angola), duas figuras de elevado relevo científico e de administração universitária do espaço lusófono.
O surto de Covid-19, detectado em Dezembro de 2019, na China, e que pode causar infecções respiratórias como pneumonia, provocou cerca de 3.200 mortos e infectou mais de 93 mil pessoas em 78 países, incluindo cinco em Portugal. Das pessoas infectadas, cerca de 50 mil recuperaram.
Além de 2.983 mortos na China, há registo de vítimas mortais no Irão, Itália, Coreia do Sul, Japão, França, Hong Kong, Taiwan, Austrália, Tailândia, Estados Unidos da América e Filipinas. Um português tripulante de um navio de cruzeiros está hospitalizado no Japão com confirmação de infecção.
Em Portugal, a Direcção-Geral da Saúde (DGS) confirmou cinco casos de infecção, dos quais quatro no Porto e um em Lisboa.
A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o surto de Covid-19 como uma emergência de saúde pública internacional e aumentou o risco para “muito elevado”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close