VEREADORES DO PS VOTAM CONTRA AS CONTAS POSITIVAS DO MUNICÍPIO

Os vereadores eleitos pelo PS na Câmara Municipal da Guarda, Eduardo Brito e Pedro Fonseca, votaram contra a prestação de contas do ano de 2017. O documento apresentado e votado na reunião do executivo indica, que em Dezembro do ano passado, o município tinha um saldo corrente de 4,9 milhões de euros e um saldo para gerência de quase meio milhão de euros. Eduardo Brito justificou o voto contra pelo facto das contas traduzirem «as opções do executivo» e «a visão das prioridades». Para o presidente da Câmara, Álvaro Amaro, a posição dos vereadores do PS «é o culminar da esperança» que tinha na oposição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close