Desportiva de Fornos de Algodres vence Campeonato Distrital e Guarda Unida sobe de divisão

A Associação Desportiva de Fornos de Algodres derrotou o Sporting de Meda e garantiu o título distrital de futebol da 1ª Divisão e consequente subida ao Campeonato de Portugal Prio. Já o Guarda Unida empatou em Freixo de Numão, na última jornada do Campeonato Distrital da 2ª Divisão, mas alcançou a subida ao principal escalão da Associação de Futebol da Guarda.
Faustino Caldeira
fcaldeira@gmpress.pt

Nove anos depois, a Associação Desportiva de Fornos de Algodres, vai regressar a um cam-peonato nacional. A equipa fornense garantiu, no passado Domingo, o 1º lugar no Campeonato Distrital da 1ª Divisão, ao vencer o Sporting de Meda, por 2-0. Ao intervalo registava-se um empate sem golos. A Desportiva, depois de vencer o Sabugal, ficou pra-ticamente com o título garantido, uma vez que os raianos tinham um jogo a mais. A necessitar apenas de um empate e com duas jornadas para realizar, o título foi alcançado com naturalidade pelos coman-dados de Pedro Azevedo.
A última passagem da equipa de Fornos de Algodres pelo nacional, tinha sido sob a orientação de Nando Pompeu, na altura ainda na antiga 3ª Divisão Nacional. Depois, a direcção extinguiu o futebol sénior, que regressou anos mais tarde com um novo projecto.
A tarde do passado Domingo também foi de festa para o Guarda Unida Desportiva, que alcançou a subida à 1ª Divisão Distrital. Os guardenses empataram, sem golos, em Freixo de Numão, mas beneficiaram da vitória do Paços da Serra diante do Desportivo de Foz Côa, por 3-1. As duas equipas também perseguiam o mesmo objectivo mas o Guarda Unida tinha vantagem, em igualdade de pontos, com os dois adversários. Apesar do empate, a equipa orientada por Carlos Coelho acabou por festejar, ainda de que forma tímida, o regresso a um campeonato onde já militou por uma temporada.
No último jogo da temporada, os guardenses acusaram a importância do encontro, entraram com alguma ansiedade e acabaram por não rubricar uma exibição positiva, tendo desperdiçado três a quatro ocasiões para inaugurar o marcador. Após saber o resultado do jogo entre o Paços da Serra e o Foz Côa, o conjunto da Guarda respirou de alívio, uma vez que, no confronto directo com a formação do concelho de Gouveia acaba por vencer nos critérios de desempate, na medida em que tem maior diferença entre os golos marcados e sofridos. As duas equipas terminaram a competição com o mesmo número de pontos e em igualdade no confronto directo, sendo o terceiro factor de desempate decisivo e a favor dos guardenses. Quanto ao Desportivo de Foz Côa teria que vencer em Paços da Serra e esperar por uma “escorregadela” do Guarda UD em Freixo de Numão. Curioso foi o facto dos autocarros que transportavam as equipas da Guarda e de Foz Côa se terem cruzado no IP2, perto de Trancoso.
Na 1ª Divisão Distrital, com o título já atribuído, as atenções concentram-se agora na luta pela manutenção. Após os resultados do passado Domingo, o Centro Cultural e Desportivo de Vila Cortez do Mondego e o Sporting de Vilar Formoso estão separados por um ponto, com vantagem para a equipa do concelho da Guarda, mas no próximo Domingo, os dois clubes encontram-se no vale do Mondego. Para a equipa de Vila Cortez o empate é suficiente para garantir a permanência. O Sporting de Vilar Formoso tem obrigatoriamente de vencer.
A equipa que perder fica em último lugar e desce de divisão, mas até pode permanecer na 1ª Divisão se o Desportivo de Gouveia conseguir a permanência no Campeonato de Portugal Prio. Os gouveenses venceram o Estarreja por 3-1 e deixaram os lugares de despromoção directa, estando agora numa posição que lhes permite jogar o “Play-off”. A vitória do passado Domingo dá ao Desportivo a vantagem de apenas um ponto em relação ao Estarreja. Com dois jogos por realizar, a equipa de Nicolau Vaqueiro visita o Moimenta da Beira, que já está despromovido e depois recebe o Mortágua na última jornada, no dia 14 de Maio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close