2021: incertezas e expetativas

O ano que agora termina fica associado a um período temporal em que o mundo parou após a propagação de um vírus relativamente ao qual se espera um conhecimento mais profundo.

Talvez nunca se tenham levantado, como agora, tantas incertezas e expetativas na transição para um novo ano. Apesar da esperança acalentada pelo início da vacinação não nos iludamos quanto às dificuldades no futuro, onde se torna imprescindível a determinação e uma eficaz convergência de esforços, estratégias e decisões políticas em várias vertentes.

O físico Carlos Fiolhais dizia, recentemente, que “com a pandemia os egoístas vão ficar sozinhos”, mas infelizmente a percentagem destes continua a ter um valor elevado: são pessoas a quem este abanão global parece não ter perturbado, persistindo numa atitude de insensibilidade à dor, à tragédia, ao próximo. O seu guião de vida é ditado pelos objetivos pessoais ou pelos interesses/desejos do seu restrito círculo de familiares ou amigos, nada os perturbando enquanto não forem afetados na sua saúde…

A necessidade de uma mudança radical de mentalidades é um dos ensinamentos desta emergência sanitária, de forma a que sejam alcançadas promissoras realidades, novos horizontes de bem-estar, desenvolvimento (em todas as áreas), segurança e felicidade. Esta, como lembrava Vergílio Ferreira, “não se mede pela quantidade do que nos aconteceu, mas pela quantidade de nós que responde ao que acontece”; sem filtros que iludam o presente e o futuro, antes atuando com verdade, frontalidade, transparência, reais preocupações com a sociedade, globalmente entendida.

A pandemia sublinhou a importância e interdependência de setores profissionais a quem é devido, para além das palmas, o justo reconhecimento, respeito e valorização do seu trabalho. Os profissionais de saúde, os elementos das forças de segurança, os bombeiros, os elementos ligados à área de transporte e logística, entre outros, não devem ser esquecidos; assim como tantos que – ligados a setores como a produção, a indústria, a restauração, a hotelaria, a cultura, comércio e serviços – tiveram de agilizar impensáveis alterações e iniciar uma adaptação que deixará, certamente, linhas de orientação para os anos mais próximos.

Aliás, dados recentemente divulgados indicam que 70% das empresas estão inclinadas para adotarem um sistema misto entre teletrabalho e presencial, após o desaparecimento da pandemia. Se esta mudança tem virtualidades também associa várias questões (já levantadas por investigadores e especialistas), mormente as relacionadas com à separação entre vida profissional e privada, acentuada pela óbvia alteração de horários face às condições de comunicação oferecidas pelas novas tecnologias e plataformas digitais.

Há, pois, muitas expetativas para 2021, desde logo na implementação das vacinas na população residente neste distrito e igualmente quanto à capacidade dos responsáveis políticos e institucionais em articularem e operacionalizarem planos/apoios com incidência e resultados positivos nesta região do interior, que não continue a ser terra de passagem, mas de fixação, de desenvolvimento económico, social, cultural e turístico, num quadro de salvaguarda dos seus valores identitários.

Bom Ano para todos!

Helder Sequeira, técnico superior

1 thought on “2021: incertezas e expetativas

  1. Há muito tempo que não sentia estas fragilidades., estamos num momento tão especial que algo me diz que o Mundo vai sofrer alterações.,. cada vez sinto mais insegurança… os valores de liberdade e de pensamento regrediram e olho em frente e sinto um vazio…A esperança e alegria que nos motivaram para abrir caminhos não os sinto nas novas gerações… É difícil continuar a sonhar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close