Harmonização dos PO’s regionais, aposta na ferrovia e concretização da 2ª fase do hospital da Guarda são algumas reivindicações dos socialistas portugueses e espanhóis

Uma harmonização dos programas operacionais regionais nas zonas transfronteiriças, a aposta na ferrovia, requalificação do Parque TIR de Vilar Formoso, construção dos IC’s 6, 7 e 37, bem como a reactivação da linha ferroviária Pocinho-Barca d’Alva, são algumas das reivindicações comuns dos socialistas da Guarda e de Salamanca para a região transfronteiriça, afirmou hoje Alexandre, líder distrital do PS/Guarda, durante a conferência de imprensa online, que contou com a participação de Juan Luís Cepa, do Partido Socialista Obrero Espanhol (PSOE) de Salamanca. O documento será entregue aos dois governos, no âmbito da Cimeira Ibérica que decorre Sábado na Guarda.

O caderno reivindicativo assenta em cinco pilares essenciais: “criação de programas e estruturas de apoio ao desenvolvimento transfronteiriço”, “plano de investimento em infraestruturas críticas para a promoção da coesão territorial”; “incentivos de promoção à actividade económica local e regional”; “forte compromisso que deve existir entre a ciência e a cultura” e a “criação de serviços locais inovadores nas regiões transfronteiriças”.

O líder distrital dos socialistas evidenciou a necessidade de haver uma «harmonização dos programas operacionais regionais nas zonas transfronteriças, ou seja, que no próximo plano de cooperação de 2021 a 2027, que será elaborado pela comunidade de trabalho de Castilla e Léon e do Centro de Portugal, tenha como objectivo harmonizar estes PO’s regionais e que discrimine positivamente os territórios de baixa densidade». E, para além disso, que «garanta linhas de apoio específicas dirigidas exclusivamente aos municípios transfronteiriços de menor dimensão e aos seus pequenos agentes económicos, sociais e administrativos».

Para além dos socialistas de ambos os lados da fronteira considerarem importante uma forte aposta na ferrovia, defendem também a criação de um centro de industrialização e logística nas regiões transfronteiriças e que a instalação da rede 5G comece nestas regiões. A concretização da segunda fase do hospital da Guarda e «a criação de uma área de saúde transfronteiriça tendo em vista partilhar recursos humanos e boas práticas entre o Hospital da Guarda e o Centro de Especialidade de Ciudad Rodrigo», são outras das reivindicações.

O Plano de Desenvolvimento Estratégico para os Territórios Transfronteiriços (PDETT) é um documento que resulta da participação e percepção dos socialistas da Federação do PS Guarda e do PSOE de Salamanca que, em Agosto de 2020 decidiram criar um grupo de trabalho para estudar e acompanhar as temáticas relacionadas com a Cooperação Transfronteiriça. (Foto do primeiro encontro entre dirigentes regionais do PS e PSOE)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close