Agostinho Gonçalves demite-se da liderança da Concelhia do PS/Guarda

Agostinho Gonçalves anunciou que apresentou hoje a demissão do cargo de presidente da Concelhia da Guarda por entender que “não é admissível que uma estrutura local” , como aquela liderava, “possa ser vetada a um total degredo e aberrante desprezo institucional”. “Atitude apenas compreensível, se secundada por uma estratégia de “limpeza étnica” (em termos políticos, leia-se), numa clara purga e perseguição de determinados militantes”, considera o socialista.
No comunicado enviado hoje ao Jornal Terras da Beira, Agostinho Goncalves diz que lamenta que “se tenha chegado ao ponto de um Presidente de Concelhia não conseguir, sequer, obter qualquer resposta às várias mensagens de correio electrónico enviadas às estruturas nacionais do partido”.
O líder demissionário aproveita para “reiterar” , agora “publicamente”, a sua “solidariedade com os Deputados do Partido Socialista da Assembleia de Freguesia de Gonçalo que renunciaram às suas funções, atentos os motivos invocados”, que, como o TB noticiou em primeira mão, estão directamente ligados à escolha de Pedro Pires, ex-autarca de Gonçalo, para o gabinete da secretária de Estado da Acção Social, Rita da Cunha Mendes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close