Águas de Lisboa e Vale do Tejo vai passar a designar-se Águas do Vale do Tejo

A empresa Águas de Lisboa e Vale do Tejo (ALVT), sediada na Guarda, vai passar a designar-se Águas do Vale do Tejo (AVT) e cerca de 30 municípios da zona de Lisboa vão sair para depois constituírem dois novos sistemas multimunicipais. A informação foi prestada hoje ao final da manhã pelo secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins, após uma reunião com os representantes das autarquias que deverão manter-se na AVT.
Aquele membro do Governo assegurou que a reestruturação do sector das águas não afectará a tarifa que estava preconizada no projecto da ALVT. «Isso vai ser conseguido através de mecanismos de compensação e solidariedade regional que vão ser obtidos, por um lado, cerca de 30% através de uma contribuição tarifária acrescida dos municípios das áreas metropolitanas, que compreendem também as particularidades destes territórios terem tido menos fundos comunitários para os seus investimentos, se dispuseram a dar esse contributo à solução que estamos a desenhar», adiantou. O restante 70% do valor, acrescentou, «será transferido pelo fundo ambiental que foi constituído em Junho deste ano, em que uma boa parte desse fundo vem do fundo do carbono (que já apoiava o défice tarifário da energia eléctrica)».

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close