Aguiar da Beira com 106 casos positivos em lares

O concelho de Aguiar da Beira, no distrito da Guarda, regista hoje 106 casos positivos de covid-19 em lares de idosos, entre utentes e funcionários, anunciou o presidente da Câmara Municipal.

Em comunicado, o presidente da autarquia de Aguiar da Beira, Joaquim Bonifácio, especifica que os surtos atingem três unidades de apoio a idosos do concelho.

Um surto no lar da Santa Casa da Misericórdia de Aguiar da Beira infectou com o novo coronavírus um total de 66 pessoas, sendo “47 utentes e 19 funcionários”. “Os serviços foram reorganizados e activado o plano de contingência” e foi solicitada a desinfecção das instalações, adianta o responsável.

O outro surto verifica-se no Centro Social e Paroquial de Dornelas, com 38 pessoas com teste positivo para o novo coronavírus que provoca a covid-19, sendo “seis funcionários e 32 utentes”.

Nesta instituição está agendada a realização de novos testes, “foi já realizada uma desinfecção do local”, activado o plano de contingência e a evolução da situação tem “acompanhamento em permanência”, segundo Joaquim Bonifácio.

O autarca de Aguiar da Beira adianta, ainda, no comunicado, que na Residência Humildasus foram detectados dois utentes que testaram positivo para o SARS-CoV-2, vírus da covid-19. Nesta unidade, onde ainda são aguardados alguns resultados de testes, foi já activado o plano de contingência.

Joaquim Bonifácio refere na nota que na terça-feira “deverá ter início o programa de vacinação nas instituições (lares)” do concelho.

No agrupamento de escolas de Aguiar da Beira foram detectados dois alunos com resultado positivo – um do 1.º ano e outro do 12.º ano -, sendo que a turma do 12.º ano “encontra-se em isolamento profiláctico e aguarda a realização de testes de despistagem”.

“Encontram-se também em isolamento um funcionário e uma professora, bem como alguns alunos, devido a casos [de] familiares positivos”, lê-se na nota.

Na comunidade “existem ainda diversos casos activos”, pelo que o autarca de Aguiar da Beira apela aos habitantes que cumpram as normas da Direcção-Geral da Saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *