Aldeia Viçosa comemora 77 anos desde que passou a ter aquela designação

A freguesia de Aldeia Viçosa, no concelho de Guarda, comemora hoje 77 anos desde que tem aquela designação. Em tempos que já lá vão, chegou a ser Vila de Santa Maria de Porco e, posteriormente, Aldeia de Porco. Adquiriu a actual designação toponímica em 25 de Janeiro de 1939.
Para se assinalar a data, a Câmara da Guarda reunirá naquela freguesia. Posteriormente, pelas 16 horas, decorrerá a inauguração da obra de requalificação da Calçada do Adro da Igreja e da Rua do Brasão. Seguir-se-á um lanche convívio.
Como é referido no site da Junta de Freguesia, «consta que as designações relativas a Porco derivam da intensa caça levada a efeito ao principal inimigo das culturas na região, o porco selvagem (javali). Esta caça era considerada como uma autêntica guerra, da qual permanece um manifesto simbólico esculpido no granito. Trata-se de uma figura constituída pelo escudo e capacete de protecção, sobre o qual se encontra o porco selvagem, em forma de crista. Algumas lendas colocam, inclusive, o Rei Dom Dinis em caçadas por esta zona, terá sido o próprio a mandar construir o monumento (não documentadas).
Não se sabe desde há quanto tempo a freguesia tinha esta designação. Existe um documento datado de 1238, sob reinado de D. Sancho II (tio de D. Dinis), redigido por Dom Egas, Bispo de Viseu, em que é concedido um foro em “Santa Maria de Porco – Vila de Porco”. Este símbolo ficou, sem dúvida, como aquele que mais se identifica com a Freguesia e que se traduz na simbologia mais antiga.
Já no século XX, a freguesia adquiriu a toponímia que ainda hoje conhece. Em 25 de Janeiro de 1938, José Almeida Tonico (o mesmo que fundou a JOALTO), Presidente da Junta de Freguesia na época, tomou todas as diligências para a alteração. Isto aconteceu porque o Sr. Tonico era vendedor de azeite e que na sua carrinha se lia o seguinte: “Vende-se Azeite” “Porco” (o nome da localidade). Esta associação era de facto imprópria para o negócio. Assim, o Presidente da Junta conseguiu (diz-se que com árduo trabalho) alterar o nome para o actual Aldeia Viçosa».

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close