Aluna do Politécnico da Guarda distinguida com prémio internacional de design

Uma aluna finalista do curso de Design de Equipamento da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico da Guarda (IPG) foi distinguida com o segundo prémio do concurso internacional “Verallia Design Awards 2020”.

A aluna Ana Pereira foi distinguida com o projecto “Nível d’Azeite”, no concurso internacional de design da empresa espanhola Verallia, entre mais de 200 participantes. Ana Pereira «concebeu uma garrafa criativa que representa todo o processo de fabrico do azeite, desde a apanha das azeitonas até chegar a casa dos consumidores», refere o IPG em comunicado hoje enviado à comunicação social.

«A ideia deste projecto surgiu de uma escala de medições, marcada por pequenas gotas na própria garrafa que ajuda a descobrir, de uma forma diferente e divertida, todo o processo de fabrico do azeite», afirma Ana Pereira, citada na nota.

O projecto, coordenado pelo professor Rui Carreto e desenvolvido na unidade curricular Projecto V, partiu do conceito de uma escala de medições, onde no lugar da escala se encontra a metade de uma gota de azeite e no lugar dos números estão pequenas gotas de azeite, segundo a fonte.

Ana Pereira explica que «em cada gota está descrito o processo de confecção do azeite, começando da gota de cima para baixo. À medida que o azeite for acabando vamos poder notar em que fase do processo de confecção o azeite se encontra. O gargalo é constituído por uma peça de aço que levanta ao abrir a tampa para servir o azeite», explica a estudante. «Ver o meu trabalho reconhecido pela Verallia foi muito gratificante e transmite-me confiança e motivação para enfrentar desafios futuros», refere a finalista da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do IPG .

Para o presidente do IPG, Joaquim Brigas, «é um privilégio ver reconhecido internacionalmente o trabalho e as ideias dos estudantes do Politécnico da Guarda», acrescentando que a instituição vai «continuar a proporcionar aos estudantes uma forte ligação às empresas e a contextos reais de trabalho, para serem profissionais empreendedores e competitivos no mercado».

A sétima edição do concurso de vidro e criação, organizado pela Verallia (empresa que fabrica embalagens de vidro para alimentos e bebidas), pretendia que os participantes criassem um modelo de uma garrafa de azeite. «O principal objectivo do concurso foi oferecer aos alunos uma experiência de trabalho o mais próxima possível do ambiente profissional. Alguns dos desenhos apresentados podem ser produzidos e comercializados por clientes da Verallia», de acordo com a organização.

Na edição deste ano participaram 227 alunos de instituições de ensino superior de Espanha e de Portugal. O projecto vencedor chama-se “Orobroy” e garantiu um prémio de 2.500 euros a Alicia López, aluna da Escola de Desenho LCI de Barcelona, Espanha, além de vir a ser produzido e comercializado pela Verallia.

Ana Pereira, aluna da Escola Superior de Tecnologia e Gestão da Guarda, foi a única participação portuguesa no pódio ao conquistar o segundo lugar e um prémio no valor de 1.300 euros. Paula Torres, da Escola Superior de Desenho da Rioja, Espanha, arrecadou 900 euros, fruto da terceira posição no concurso com o projecto “Albor”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close