Álvaro Amaro em quinto lugar da lista do PSD às europeias

Rui Rio divulgou já os primeiros dez nomes da lista, um a um,  depois de terem sido aprovados pela Comissão Política Nacional e antes de serem submetidos a votação no Conselho Nacional do PSD, que decorre esta noite.
Álvaro Amaro, presidente da Câmara da Guarda, surge em quinto lugar.
Notícia o jornal online “Observador” que dos primeiros seis nomes da lista — os mais facilmente “elegíveis“, tendo por base a actual representação — há dois estreantes (Lídia Pereira e Álvaro Amaro) e quatro repetentes em Bruxelas (Paulo Rangel, José Manuel Fernandes e Cláudia Monteiro Aguiar, atualmente eleitos, e Maria da Graça Carvalho, que regressa a Bruxelas). Abaixo disso, Carlos Coelho consegue ficar em zona cinzenta (o eurodeputado está em sétimo). Os Açores recusaram o oitavo lugar e, por isso, ficam de fora.
Nos seis primeiros há três homens e três mulheres, num sinal de paridade. Como prova do combate ao centralismo de Lisboa, há apenas um nome abaixo do Mondego (Maria da Graça Carvalho). Além de Rangel e Lídia Pereira, que já eram conhecidos, Rio leva o presidente de uma das maiores distritais do país logo no terceiro lugar e um autarca de uma capital de distrito.
Rui Rio explicou que “com esta formulação da lista” o PSD consegue “albergar a região Norte, que é representada por José Manuel Fernandes, a região Sul, representada por Maria da Graça Carvalho, que é natural de Beja, a região Centro, representada por Álvaro Amaro, as regiões autónomas representadas por Cláudia Aguiar, a área metropolitana de Lisboa por Carlos Coelho, e uma novidade, Ana Miguel dos Santos que neste momento está a viver em Cambridge, onde está a fazer o doutoramento, é especialista em Segurança na ótica jurídica e são estes os oito primeiros, que são aqueles que têm mais possibilidades de ser eleitos.”
O presidente do PSD destacou ainda que esta lista “não é paritária”, uma vez que “tem mais mulheres do que homens, tem 15 mulheres e 14 homens, sendo que não tens os homens em cima e os homens em baixo, é mesmo paritária: há situações em que são duas mulheres seguidas, há situações em que são dois homens seguidos, no fim, pela primeira vez, esta lista tem mais mulheres que homens.”

Comentar

. logged in para comentar.

Artigos relacionados

SiteLock

Voltar para o topo

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close