Álvaro Amaro suspende mandato na Câmara da Guarda em meados de Abril

O social-democrata Álvaro Amaro anunciou hoje que vai suspender o mandato de presidente da Câmara Municipal da Guarda após o dia 14 de abril, uma vez que concorre nas listas do PSD às eleições europeias de Maio. O autarca disse, em conferência de imprensa, que o prazo para a entrega das listas no Tribunal terminará no dia 14 de Abril e já solicitou à presidente da Assembleia Municipal a marcação da reunião de Abril que ocorrerá entre os dias 15 e 17 e na qual formalizará a suspensão do mandato autárquico.
Álvaro Amaro afirmou que é para si “ponto de honra” suspender o mandato “no fim de apresentar as contas do município” do ano de 2018, nessa reunião da Assembleia Municipal.
“Farei coincidir, por isso, a minha suspensão do mandato até à posse de deputado [europeu] a partir dessa Assembleia Municipal. Se [a reunião] for a 16, [a suspensão] será a partir de 16 [de abril]”, adiantou.
No encontro com os jornalistas, o autarca e candidato do PSD ao Parlamento Europeu, assinalou que nas funções de eurodeputado continuará “a servir a Guarda” porque servirá Portugal. Quando se candidatou pela primeira vez à autarquia, em 2013, Álvaro Amaro disse que a Guarda era um “diamante por lapidar”. Após o trabalho desenvolvido sob a sua liderança, refere que “ninguém é bom juiz em causa própria” e deixa “esse julgamento para os guardenses”. “Quanto ao resultado final, se o diamante já pode estar exposto numa boa montra e bem guardado ou não, esse é o julgamento que eu deixo, naturalmente, aos guardenses. Mas, se não estiver [lapidado], está, no mínimo, a brilhar muito mais”, afirmou.
Com a saída de Álvaro Amaro da presidência da autarquia da Guarda, a liderança do município passará a ser assumida pelo vice-presidente Carlos Chaves Monteiro.
O social-democrata garante que deixa uma equipa “muito bem preparada” para continuar a liderar os destinos da câmara da cidade mais alta do país. “Gostaria muito de ser recordado na minha passagem destes seis anos e meio como presidente da Câmara da Guarda, como alguém que soube constituir uma equipa forte, coesa, solidária”, declarou.
Álvaro Amaro é desde 2013 presidente da Câmara Municipal da Guarda, depois de ter exercido idênticas funções em Gouveia, durante 12 anos.
O Conselho Nacional do PSD aprovou hoje, de madrugada, a lista de candidatos ao Parlamento Europeu por 91% de votos a favor, numa votação que decorreu por método secreto, após requerimento do líder do PSD/Lisboa.
Nas europeias de 26 de maio, a lista do PSD será encabeçada pelo eurodeputado Paulo Rangel e terá como ‘número dois’ a líder da juventude do Partido Popular Europeu, Lídia Pereira.
A lista, totalmente paritária, integra como ‘número três’ o atual eurodeputado José Manuel Fernandes, a ex-ministra Graça Carvalho em quarto e o presidente da Câmara da Guarda, Álvaro Amaro, em quinto.
A eurodeputada Cláudia Aguiar, indicada pela Madeira, será a sexta candidata do PSD ao Parlamento Europeu, seguida, no sétimo lugar – já considerado de eleição incerta – pelo atual eurodeputado Carlos Coelho.

Comentar

. logged in para comentar.

Artigos relacionados

SiteLock

Voltar para o topo

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close