Amaro escreveu à ministra da Justiça sobre o Centro Educativo do Mondego

O presidente da Câmara Municipal da Guarda, Álvaro Amaro, escreveu à ministra da Justiça questionando-a sobre o futuro do Centro Educativo do Mondego. Numa carta enviada a semana passada, o autarca pede «esclarecimentos mais adequados para que se possam evitar quaisquer tipo de especulações». Álvaro Amaro, que deu conhecimento do envio da carta na reunião do executivo desta Segunda-feira, disse que a sua «preocupação» são os postos de trabalho. Pessoalmente diz não ter «preferência» sobre o tipo de ocupação que o Centro Educativo poderá vir a ter. «Não me incomoda», disse, numa alusão às notÍcias que dão conta que a instituição poderá passar a acolher reclusos com mais idade. Amaro defende é que a haver uma alteração na ocupação do Centro Educativo que o processo seja «contínuo», dizendo que não aceita que seja encerrado hoje para reabrir amanhã.
Na carta que enviou à ministra da Justiça, o presidente da Câmara da Guarda questiona se porventura houver alteração na actividade do Centro Educativo os colaboradores vão manter os seus postos de trabalho e quais as respostas sociais que ali vão ser mantidas e quais as que vão deixar de ser prestadas.
Caso se opte pelo en-cerramento, o autarca questiona porque não optar «pela transferência de beneficiários de outros centros situados no litoral para o Centro Educativo do Mondego?». «Porque é que nesta resposta social e judicial não se dá eventual prevalência a um esta-belecimento do interior, em detrimento do litoral o qual, durante anos prestou um serviço de excelência neste âmbito», questiona o autarca na missiva.
O autarca termina a carta defendendo que «promover uma política em defesa da coesão e sustentabilidade do território nacional, passa pelo aumento de uma oferta dos estabelecimentos do Estado que desenvolvem a sua actividade nos territórios de mais baixa densidade popula-cional».

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close