Amaro reitera que a FIT já é «muito densa» para ser organizada apenas pelo município

SONY DSC

O presidente da Câmara da Guarda, Álvaro Amaro, defende que a Feira Ibérica de Turismo (FIT) que se vai realizar de 5 a 8 de Maio, é «uma referência nacional no domínio do turismo». O certame irá ser inaugurado pelo primeiro-ministro, António Costa, o que na opinião do autarca também demonstra que a FIT tem «o reconhecimento ao mais alto nível do governo», disse na conferência de imprensa de apresentação da iniciativa.
Amaro voltou a defender que a organização da FIT deveria contar com o envolvimento de outras entidades para além do município da Guarda, considerando que começa a ser uma iniciativa «muito densa para uma única entidade». O autarca sublinhou que a FIT é «uma marca surpreendentemente forte» que «já está muito para além das fronteiras da Guarda e de Portugal», destacando que haverá expositores de norte a sul do país e que a participação espanhola estará «também fortalecida» com mais entidades e empresas. Outra «novidade» do certame é a participação do Brasil como país convidado, que estará na FIT «a promover as suas potencialidades turísticas bem como os Jogos Olímpicos de 2016», explica a organização.
O presidente da Câmara da Guarda desejou que a Guarda «nunca deixe de abraçar» e que «não tenha problemas em dizer que foi o Álvaro que inventou».
A autarquia estima que o investimento ronde os 230 mil euros, financiado a 85 por cento por fundos comunitários no âmbito do PROVERE. Calcula-se que as receitas sejam na ordem dos 50 mil euros.
A edição deste ano da FIT conta com 126 expositores, ocupando uma área total de 7500 metros quadrados. Haverá mais uma tenda com cerca de 500 m2 dedicada especificamente ao turismo da natureza. Álvaro Amaro contou que foram recusados 64 pedidos de expositores, o que na sua opinião dá bem conta da «dimensão do querer» participar na FIT. «Perante isto teremos de ocupar algum do espaço que ainda há», disse Álvaro Amaro já antevendo aquilo que poderá ser a edição da FIT de 2017. «Não sei bem como vai ser, mas podemos antever», apontou o autarca.
Entre os expositores haverá regiões de turismo, agências de viagens, hóteis, termas, associações de municípios, autarquias, empresas ligadas ao desporto de aventura, gastronomia ou artesanato. Na área de restauração haverá oito restaurantes, dois espanhóis, um brasileiro e cinco portugueses. A autarquia acredita que o número de visitantes possa ultrapassar este ano os 25 mil. «Se o tempo estiver bom, peço a Deus que sim, ultrapassaremos os 25 mil visitantes», preconizou o autarca. O acesso ao recinto será «automatizado», feito «de forma correcta e moderna».
A FIT, que se realiza no Parque Urbano do Rio Diz, abre as portas pelas 17 horas do dia 5 de Maio. O certame, que tem como lema  Uma Feira. Dois paises. O mundo , será inaugurado pelas 19 horas pelo primeiro-ministro. Na animação musical, a organização destaca concertos com The Dixie Band (dia 5 de maio), Edu Miranda Trio (dia 6), Átoa (dia 7) e On The Soul (dia 8). O bilhete de acesso diário ao recinto da feira custa dois euros e o geral, para os quatro dias, cinco euros, sendo que as crianças até aos 12 anos têm entrada gratuita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close