Américo Rodrigues é o novo director-geral das Artes

Américo Rodrigues foi hoje nomeado director-geral das Artes, em substituição de Sílvia Belo Câmara, anunciou o Ministério da Cultura. O antigo director do Teatro Municipal da Guarda e coordenador da Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço, nesta cidade, de onde é natural, assume o cargo «a partir da próxima Quarta-feira, dia 13 de Fevereiro», referiu a tutela em comunicado.
Américo Rodrigues nasceu em 1961 na Guarda. Trabalha a nível experimental com a voz desde 1979, altura em que estagiou com a actriz Catherine Dasté em Paris. Poeta sonoro, actor, encenador e programador de eventos culturais. Poeta com vários livros, diversas plaquetas e poemas-objectos publicados.
Tem desenvolvido um trabalho contínuo de improvisação vocal para teatro, música, poesia, dança e performance. Para além da voz tem utilizado brinquedos, apitos, silo metálico, buzinas de ar e cornetas de plástico. Participou em vários workshops de improvisação musical e vocal. Tem apresentado o seu trabalho em vários festivais na Europa e América do Sul.

Comentar

. logged in para comentar.

Artigos relacionados

SiteLock

Voltar para o topo

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close