Américo Rodrigues nomeado director-geral das Artes depois de 3 anos em regime de substituição

O ministro da Cultura nomeou Américo Rodrigues, ex-director do Teatro Municipal da Guarda, como Director-Geral das Artes (DGArtes), cargo que já ocupava, em regime de substituição, desde Fevereiro de 2019, anunciou hoje o Ministério da Cultura. Num comunicado hoje divulgado, a tutela referiu que a nomeação foi feita «na sequência de concurso público desenvolvido pela Comissão de Recrutamento e Selecção para a Administração Pública (CReSAP)».

De acordo com informação disponível no “site” oficial da CReSAP, o concurso decorreu entre 27 de Maio e 11 de Junho de 2021. Por se tratar de um «procedimento concursal urgente», «não houve lugar a audiência de interessados».

O Ministério anunciou também hoje as nomeações do subdirector-geral da DGArtes Pedro Barbosa e da subinspectora-geral da Inspecção-Geral das Actividades Culturais (IGAC) Sara Medina dos Santos, também «na sequência de concurso público desenvolvido pela CReSAP». Tanto Pedro Barbosa como Sara Medina dos Santos já ocupavam os cargos, em regime de substituição.

Segundo o Ministério da Cultura, as três nomeações, «com efeito a 2 de Maio último, correspondem a comissões de serviço de cinco anos». A tutela de Pedro Adão e Silva confirmou ainda o Conselho de Administração da Fundação da Centro Cultural de Belém (CCB), que «dispõe de um presidente e dois vogais, os três designados por despacho do membro do Governo responsável pela área da Cultura».

Elísio Summavielle continuará como presidente e Delfim Sardo como vogal. Madalena Reis assume o cargo de vogal anteriormente ocupado por Isabel Cordeiro, que foi nomeada Secretária de Estado da Cultura. Estes três mandatos «têm uma duração de três anos, com efeitos a 26 de Abril último».

Quanto aos concursos públicos para cargos directivos da Direcção-Geral do Património Cultural (DGPC), o de director-geral encerrou em 17 de Junho do ano passado, assim como o de um dos cargos de subdirector-geral. O concurso para o outro cargo de subdirector-geral encerrou em 14 de Abril deste ano. Não há ainda decisões anunciadas destes concursos. De acordo com fonte oficial do Ministério da Cultura, em declarações à Lusa, os concursos da DGPC estão «em fase de desenvolvimento processual entre a CReSAP e o ministério».

PUB

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close