Amianto vai ser removido em 7 escolas do distrito da Guarda

DR

Foi publicada ontem em Diário da República a lista das 578 escolas onde vai ser retirado o amianto. No distrito da Guarda vão ser abrangidas por esta medida 7 escolas dos concelhos de Aguiar da Beira, Fornos de Algodres, Guarda, Pinhel e Seia. Os trabalhos de remoção do amianto vão decorrer ao abrigo de um programa que custará 60 milhões e será financiado por verbas comunitárias. As escolas incluídas neste programa são da rede pública da educação pré-escolar, do ensino básico e do ensino secundário. Este programa para erradicar o amianto nas escolas foi anunciado no início do mês, aproveitando o encerramento dos estabelecimentos de ensino devido à pandemia de Covid-19. A utilização de fibras de amianto foi proibida no quadro normativo nacional em 2005 e, até agora, os investimentos na requalificação e modernização de escolas permitiram proceder gradualmente à remoção de parte deste material, que ainda não foi totalmente eliminado dos estabelecimentos de ensino. No ciclo de investimentos 2014-2020, «foi dada prioridade à remoção de materiais com amianto na sua composição presentes em escolas, o que permitiu […] proceder à substituição de mais de 440 000 m² de coberturas constituídas por placas de fibrocimento em mais de 200 escolas públicas do 2.º e 3.º ciclos do Ensino Básico e do Ensino Secundário», refere o despacho, que entrou em vigor na terça-feira. O documento lembra que o Programa de Estabilização Económica e Social, bem como no Programa Nacional de Reformas aprovado em Abril de 2017, «prevêem a remoção de todas as estruturas com amianto nas escolas pública».

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close