Ana Borges e Sílvia Rebelo no momento histórico da Selecção Nacional feminina

Ana Borges e Sílvia Rebelo, atletas do concelho de Gouveia e que passaram pela Fundação D. Laura dos Santos, de Moimenta da Serra, estiveram entre as jogadoras portuguesas que, na semana passada, conseguiram o apuramento inédito para um campeonato europeu. As duas atletas estiveram no onze inicial nos dois confrontos com a Roménia e Ana Borges até fez a assistência para o golo português, já no prolongamento. Agora segue-se o Europeu, em Julho e Agosto do próximo ano, na Holanda. O sorteio da competição realiza-se no dia 8 deste mês.

As atletas do concelho de Gouveia Ana Borges e Sílvia Rebelo, que representam o Chelsea e o Sporting de Braga, respectivamente, estiveram entre o lote de jogadoras que, na semana passada, conseguiram o apuramento para o Campeonato Europeu de Futebol Feminino, que vai decorrer na Holanda, entre os dias 16 de Julho e 6 de Agosto do próximo ano.
Presenças assíduas na selecção lusa, as duas gouveenses fizeram parte do onze inicial nos dois jogos de apuramento frente à Roménia.
No primeiro jogo, no Estádio do Restelo, em Lisboa, as comandadas de Francisco Neto tudo fizeram para vencer, mas o azar e a ineficácia castigaram Portugal e o jogo terminou com um empate a zero. Cláudia Neto chegou mesmo a desperdiçar uma grande penalidade que, a ser golo, daria outra tranquilidade para o segundo encontro. Mas foi em Cluj, na Roménia, que surgiu o apuramento inédito. Novamente com Ana Borges e Sílvia Rebelo no onze inicial, o empate sem golos persistiu no final dos 90 minutos e foi necessário o prolongamento para “carimbar o passaporte” para o Europeu na Holanda. O lance do golo de Portugal começou aos 105 minutos. Ana Borges teve uma incursão pelo lado direito do ataque português e colocou o esférico em Andreia Norton, que, no coração da área, inaugurou o marcador. Estava feito o mais difícil mas ainda faltavam muitos minutos para jogar e a Roménia, a jogar em casa, ainda não tinha deitado por terra o objectivo de alcançar o apuramento. , se bem que o golo marcado fora e depois do empate sem golos em Portugal, obrigava as romenas a marcarem pelo menos dois golos.
O empate surgiu aos 111 minutos e os 9 minutos finais foram de sofrimento para defender a igualdade e a ansiedade. No final, como ilustram as imagens de uma estação televisiva que transmitiu o encontro, o momento foi de festa e alegria em pleno relvado.
A Selecção Nacional de Futebol Feminino conseguia, pela primeira vez, o apuramento para o Campeonato da Europa e com duas jogadoras do distrito da Guarda na equipa inicial, Ana Borges e Sílvia Rebelo, mas também com Filipa Rodrigues (antiga jogadora da Fundação D. Laura dos Santos, actualmente ao serviço do Estoril, e que esteve no banco de suplentes) e Amanda Dacosta (atleta radicada nos Estados Unidos da América, mas que tem ligações familiares à freguesia de S. Paio, em Gouveia).
No dia seguinte, a comitiva foi recebida no aeroporto de Lisboa em verdadeira euforia.
«Esta qualificação tem um significado enorme. O grupo foi muito difícil. Depois, no play-off, tivemos que defrontar uma equipa forte, a Roménia. Na primeira-mão tivemos oportunidades para marcar mas não as conseguimos concretizar. Além disso falhámos uma grande penalidade. E a segunda mão tornou-se mais tensa. Não queríamos uma decisão nas grandes penalidades. Mesmo depois de a Roménia ter empatado, continuei a acreditar que a minha equipa iria vencer a eliminatória», afirmou o técnico responsável pelo inédito apuramento de uma Seleção Nacional de futebol feminino para uma competição internacional.
Agora as atenções viram-se para o sorteio a realizar, no próximo dia 8, em Roterdão, na Holanda. Portugal estará no Pote 4, juntamente com a Áustria, Bélgica e Rússia. Nos restantes potes estão as seguintes equipas: Pote 1: Holanda (anfitriã, grupo A), Alemanha (detentora do título), França e Inglaterra; Pote 2: Noruega, Suécia, Espanha e Suíça; Pote 3: Itália, Islândia, Escócia e Dinamarca; Pote 4: Áustria, Bélgica, Rússia e Portugal.

 

Faustino Caldeira
fcaldeira@gmpress.pt

Comentar

. logged in para comentar.

Artigos relacionados

SiteLock

Voltar para o topo

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close