Ana Mendes Godinho considera que o PS obteve um «resultado histórico» no distrito da Guarda

A socialista Ana Mendes Godinho disse esta noite aos jornalistas que a votação obtida pelo PS no círculo eleitoral da Guarda é «um resultado histórico». «Uma vitória dos habitantes do distrito da Guarda que a partir de agora também têm uma força acrescida para construirmos em conjunto aquilo que é preciso fazer do ponto de vista de acelerar aquilo que precisamos garantir, nomeadamente em termos de repovoamento, de atracção de investimento», acrescentou.

O PS venceu as eleições legislativas de hoje no círculo eleitoral da Guarda e manteve dois deputados (Ana Mendes Godinho e António Monteirinho), enquanto o PSD perdeu votos e apenas conseguiu eleger Gustavo Duarte como deputado.

Numa reacção aos resultados, o líder da Federação do PS da Guarda, Alexandre Lote, considera que o distrito demonstrou claramente que estava com o PS e com António Costa e com Ana Mendes Godinho e, portanto, é um resultado que enche de orgulho» os socialistas e que «de muita responsabilidade para os próximos quatro anos». «Iremos certamente respeitar os votos dos guardenses e de todo o distrito», assegurou.

Por seu lado, António Monteirinho, líder da Concelhia do PS da Guarda e hoje eleito deputado, entende que todas as obras feitas pelo governo do PS neste últimos tempos no distrito contribuíram significativamente para esta grande vitória do PS no distrito».

Ana Mendes Godinho foi eleita deputada mas se assumir novamente um cargo governamental, o seu lugar no parlamento passará a ser ocupado por Cristina Sousa. No total do distrito, o PS obteve 34.685 votos (45,10%) e o PSD 25.776 votos (33,52%), correspondendo a uma diferença de 8.909 votos. Os socialistas conseguiram melhor votação em 11 dos 14 concelhos do distrito da Guarda: Almeida, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Gouveia, Guarda, Manteigas, Sabugal, Seia, Trancoso e Vila Nova de Foz Côa. A terceira força política no distrito passa a ser o Chega, que obteve 6.116 votos (7,95%), seguido do BE com 2.359 votos (3,07%), do CDS com 1.699 votos (2,21%), do Iniciativa Liberal com 1.487 votos (1,93%) e da CDU com 1.360 votos (1,77%).

.

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close