António Costa, que foi reeleito secretário-geral do PS, obteve na Guarda menos um voto do que o seu opositor

António Costa foi reeleito no Sábado secretário-geral do PS, com 94% dos votos, para um novo mandato de dois anos, de acordo com resultados provisórios divulgados hoje pela Comissão Organizadora do Congresso (COC) do PS. O dirigente socialista Daniel Adrião, que pela terceira vez se apresentou na disputa da liderança, obteve cerca de 6% dos votos nestas eleições directas.

No concelho da Guarda, Daniel Adrião obteve mais um voto do que o actual líder nacional, isto é, 80 contra 79. Quanto à escolha de delegados ao congresso nacional, a lista B, encabeçada por Agostinho Gonçalves (ex-líder da Concelhia) e que era afecta a Daniel Adrião, venceu com 91 votos contra 68 da lista A, liderada por Gonçalo Amaral, afecta a António Costa. Cada uma das listas elegeu dois representantes.

A COC refere, numa nota que, «faltando ainda atribuir 161 delegados do total de 1.087 delegados com direito a voto é inequívoca a reeleição de António Costa para secretário-geral do PS, nas eleições que decorreram digitalmente no dia 11 de Junho e presencialmente nos dias 18 e 19 de Junho». Segundo a Comissão Organizadora do Congresso, António Costa foi eleito com 94% dos votos, sendo que Daniel Adrião obteve 6% dos votos validamente expressos.

António Costa, 59 anos, é secretário-geral do Partido Socialista desde 22 de Novembro de 2014 e primeiro-ministro desde 26 de Novembro de 2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close