Apoio à redução da actividade pode ser pedido entre 1 e 10 de Fevereiro

SONY DSC

Os trabalhadores independentes, empresários em nome individual e sócios-gerentes podem voltar a pedir o apoio à redução da actividade entre os dias 1 e 10 de Fevereiro, segundo informação publicada na página da Segurança Social.

Os formulários para o apoio extraordinário à redução da actividade económica, apoio entre 219,4 euros e o valor do salário mínimo nacional (665 euros) e para o incentivo à actividade profissional «encontram-se disponíveis na Segurança Social Directa de 1 a 10 de Fevereiro, com referência ao mês de Janeiro», pode ler-se no site oficial.

Estes apoios terminaram em 2020, mas foram entretanto recuperados pelo Governo face à evolução da pandemia de covid-19 e ao novo estado de emergência, que entrou em vigor na Sexta-feira e termina no dia 30.

Os apoios são válidos apenas enquanto durar o estado de emergência, tal como já tinha referido a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho.

«Foi prolongado o direito de recorrer ao apoio extraordinário à redução da actividade económica, previsto no artigo 26.º do Decreto-Lei n.º 10-A, de 13 de Março, na versão actualizada, aos trabalhadores independentes, aos empresários em nome individual e aos gerentes e membros de órgãos estatutários com funções de direcção, enquanto durar a suspensão de actividades ou encerramento de instalações e estabelecimentos, no estado de emergência», indica a Segurança Social.

De acordo com a informação, «foi, também, prolongada a medida extraordinária de incentivo à actividade profissional, prevista no artigo 28.º-A do Decreto-Lei n.º 20-C/2020, de 07 de Maio, destinada aos trabalhadores independentes, cujas actividades tenham sido suspensas ou encerradas, enquanto durar o estado de emergência».

Além do “regresso” destes apoios, com o Orçamento do Estado para 2021 entrou em vigor um novo apoio extraordinário para os trabalhadores em situação de desprotecção social, entre os quais trabalhadores independentes e sócios-gerentes, que poderá chegar aos 501,16 euros, mas este apoio está sujeito a condição de recursos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close