Belmonte recebe colóquio internacional no âmbito da Judaica

O Colóquio Internacional “Inquisição, Cripto-Judaísmo, Marranismo” é um dos destaques da Judaica – Mostra de Cinema e Cultura em Belmonte, iniciativa que recebe pelo segundo ano consecutivo. Entre hoje e Sábado «será possível aproveitar um programa recheado de filmes, música, livros convidados tradições culturais, e não só, no Auditório do Museu Judaico e no Auditório Municipal», anuncia a Câmara local em nota de imprensa.
«Um dos momentos de maior destaque» da Mostra está reservado para o referido colóquio, a acontecer no Museu Judaico hoje, das 9h30 às 18h00, e amanhã, entre as 9h30 e as 13h00, que reúne participantes estrangeiros de «reconhecido prestígio, entre os quais Herman Prins Salomon, Jaime Contreras, Carsten Wilke e Peter Nahon». «De Portugal, figuras cimeiras como Moisés Espírito Santo, Maria Antonieta Garcia, Elvira Azevedo Mea, Susana Mateus e Teresa Cordeiro irão tecer importantes considerações sobre o tema».
Na sessão de abertura, agendada para as 18h30 de hoje no Auditório Municipal, será prestada homenagem ao recentemente falecido [11 de Janeiro de 2016] António Monteiro Cardoso com a apresentação do seu livro “Boas Fadas que te Fadem”», seguindo-se a exibição do documentário “O Cônsul Desobediente – Exílio em Portugal”, dedicado a Aristides de Sousa Mendes.
Destaque ainda para “Jerusalém Oriental/Jerusalém Ocidental”, documentário co-realizado pelo jornalista Henrique Cymerman, que acompanha a gravação de um álbum do activista e músico israelita David Broza, que será apresentado amanhã, a partir das 21h00, no Auditório Municipal. Antes é exibida a curta-metragem “O Bacon e a Ira de Deus”, de Sol Friedman.
«Mais do que um simples trabalho de estúdio, o disco, intitulado East Jerusalem / West Jerusalem, se torna num eloquente manifesto pacifista», informa a autarquia, acrescentando «assim como também as mulheres “No Salão da Fifi”, que transformam o simples acto de lavar o cabelo numa prova de que a vivência em conjunto é possível em paz». Este será exibido às 18h30 de Sábado no Auditório Municipal. Logo a seguir oportunidade para ver “Festins Imaginários”, de Anne Georget.
A longa-metragem “Uma Turma Difícil”, de Marie-Castille Mention-Schaar, às 10h00 de amanhã, e o documentário “Na Fila Por Anne Frank”, Sábado às 11h00, ambos no Auditório Municipal, foram os filmes escolhidos, respectivamente, para a Sessão Escolas e Sessão Famílias.
«Com o intuito de divulgar ainda mais a cultura judaica», do programa consta a tertúlia “O que nos Ensina o Shabbat”, agendada para as 18h00 de amanhã no Auditório Municipal, assim como visitas guiadas para escolas e visitantes, uma Feira do Livro e degustação de produtos kosher.
A Judaica encerra com o concerto “Sefardita – Klezmer: Uma Viagem Musical”, a acontecer às 21h00 de Sábado no Auditório Municipal, «que reúne os alunos da Escola de Música de Belmonte, em diálogo com a Orquestra Internacional de Clarinetes Príncipes das Astúrias e o Maestro António Saiote, que executará clássicos da música Klezmer», adianta a Câmara de Belmonte.
A quarta edição da Judaica – Mostra de Cinema e Cultura teve início em Lisboa, entre 16 e 20 de Março, passou por Cascais, entre 8 e 10 de Abril, e estará em Castelo de Vide de 5 a 8 de Maio. Para cada localidade há uma programação específica.

Comentar

. logged in para comentar.

Artigos relacionados

SiteLock

Voltar para o topo

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close