Bombeiros de Famalicão da Serra continuam à espera de um novo quartel

Os bombeiros voluntários de Famalicão da Serra, na Guarda, continuam a ocupar um edifício sem condições e aguardam por financiamento comunitário para poderem construir um novo quartel, disse hoje à agência Lusa o presidente da direcção. «Já submetemos uma candidatura ao Portugal 2020 e temos que aguardar pela aprovação ou não. Espero bem que [a candidatura] seja aprovada, porque andamos há já quatro anos na luta pela construção do novo quartel», referiu António Fontes.
A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Famalicão da Serra, com um corpo activo de 56 elementos, foi criada em 3 de Julho de 2007, sucedendo à Secção Destacada dos Bombeiros de Gonçalo, que também ocupava as actuais instalações.
O corpo de bombeiros foi criado após a tragédia que ocorreu no dia 9 de Julho de 2006, quando um violento incêndio florestal na área da freguesia vitimou cinco sapadores chilenos e um bombeiro da então Secção Destacada dos Bombeiros Voluntários de Gonçalo. Dez anos volvidos, os voluntários continuam a ocupar, provisoriamente, instalações cedidas pela paróquia, que não possuem as melhores condições de operacionalidade.
As vítimas da tragédia ocorrida em 2006 serão amanhã homenageadas, estando prevista a presença da ministra e do secretário da Administração Interna. Inicialmente estava prevista a presença do primeiro-ministro António Costa, mas optou por ir assistir ao jogo da final do Europeu de futebol.
Fonte do Governo informou que o secretário de Estado, Jorge Gomes, irá presidir, pelas 15 horas, à sessão de abertura das Jornadas que assinalam o 10º Aniversário do Incêndio de Famalicão da Serra, em que faleceram seis homens.
Cerca das 17 horas, a ministra Constança Urbano de Sousa marcará presença na cerimónia de homenagem às vítimas, que decorrerá junto à lápide colocada no local que determina onde foram encontrados os corpos do bombeiro Sérgio Rocha e dos sapadores chilenos Sergio Navarro, Fabián Millán, Bernabé Ancan, Juan Bravo e Henry Polanco.

Comentar

. logged in para comentar.

Artigos relacionados

SiteLock

Voltar para o topo

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close