Bruxelas aumenta ajudas ao sector vitivinícola

A Comissão Europeia aumentou hoje em 10% a contribuição financeira da União Europeia (UE), para os 70%, para as medidas nacionais de apoio ao sector vitivinícola, na sequência da crise da Covid-19.

Segundo um comunicado hoje divulgado, o reforço das medidas de apoio ao setor vitivinícola passa pelo aumento em 10% do cofinanciamento da UE às medidas nacionais, para um máximo de 70%.

Estas novas medidas prevêem ainda a autorização por seis meses de medidas de auto-organização do mercado por parte dos operadores, autorizando-os, nomeadamente, a planear actividades de promoção conjuntas, a organizar o armazenamento por operadores privados e a planear conjuntamente a produção.

Bruxelas autorizará os Estados-membros a pagarem adiantamentos aos operadores para operações de destilação e de armazenamento em situação de crise que já estejam em curso.

Estes adiantamentos, que podem cobrir até 100% dos custos, permitirão a utilização integral dos fundos recebidos a título dos seus programas nacionais de apoio para este ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close