Câmara da Guarda adjudica requalificação do Parque Municipal

O executivo da Câmara Municipal da Guarda terá ratificado esta Quarta-feira a decisão de adjudicar a Requalificação Urbana do Eixo Central da Guarda – Parque da Cidade à empresa João Tomé Saraiva – Sociedade de Construções pelo valor de 274.421,24 euros, mais IVA. O prazo de execução da obra é de 270 dias.
Conforme já foi dado a conhecer pela autarquia, no Parque Municipal está previsto o abate de «uma dúzia de árvores» junto do Lago para criar naquela zona uma clareira. E serão derrubadas as barreiras no perímetro e eliminadas as duas portas de entrada. O presidente da Câmara, Álvaro Amaro, anunciou que o espaço terá vigilância 24 horas por dia. A ideia de abater árvores naquele espaço suscitou críticas assim que foi dado a conhecer o projecto. E mais recentemente foi criada uma petição pública para tentar travar a intervenção. Os autores contestam a decisão da autarquia que dizem prever «uma área despida e deserta» em redor do lago e censuram a substituição do pavimento dos caminhos de saibro pela betonilha (lages de cimento). «As árvores a abater têm dezenas de anos e não têm qualquer problema fitossanitário (doença) que justifique o seu abate. A justificação é então criar uma clareira para que haja mais sol no parque e a substituição do pavimento é apenas para que ”não se sujem os sapatos», lê-se no texto.
Recorde-se que a Requalificação do Eixo Central da Guarda inclui um conjunto de obras que vão desde o Jardim José Lemos ao Parque Municipal, passando pelo Largo da Misericórdia, Torre dos Ferreiros, antigos Paços do Concelho e Jardim do Solar Teles de Vasconcelos. Estão incluídas as obras na zona da Dorna, o Chafariz da Dorna, a Rua do Comércio, os edifícios municipais na zona do Torreão, a Rua do Carvalho e zona envolvente, o Largo Frei Pedro e a Casa do Património Judaico. Fazem parte do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU).
Da intervenção destaca-se a transformação do Largo da Misericórdia em anfiteatro e as alterações no Parque Municipal e no Jardim José de Lemos que irão derrubar as actuais barreiras em redor daqueles espaços. No Jardim José de Lemos será retirado o mobiliário urbano considerado «antiguado» pelo arquitecto responsável pelo projecto. Será ainda substituído o pavimento por outro «mais amigo dos utilizadores» e serão redesenhados os canteiros.
Os projectos foram divulgados numa sessão pública, incluída na iniciativa Conferências da Guarda, na qual o presidente da Câmara da Guarda apresentou também os projectos incluídos no Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial da Comunidade Intermunicipal (CIM) das Beiras e Serra da Estrela. O conjunto dos projectos apoiados pela CIM e do PEDU representa um investimento de 15 milhões de euros para os próximos três anos. O apoio comunitário é de 13 milhões. Entre os projectos do Pacto da CIM está a requalificação de quatro escolas dos dois agrupamentos da cidade, da Escola Secundária da Sé, a instalação do orgão de tubos da Sé e a requalificação da Torre dos Ferreiros para que o topo possa ser visitável. Está também «sinalizada» a construção de um novo Centro Escolar na cidade e previstos investimentos em eficiência energética ao nível da iluminação pública e nas piscinas municipais.
O autarca revelou ainda que é intenção do município numa segunda fase criar um Centro de Incubação Comercial e Industrial Transfronteiriço no espaço das antigas piscinas municipais, junto do Parque Municipal da cidade, reabilitar a zona do quartel da GNR e do Teatro Municipal e o recinto da feira ao ar livre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close