Câmara da Guarda apresenta iniciativas de apoio ao investimento

A Câmara Municipal da Guarda apresentou Quinta-feira publicamente três iniciativas de apoio ao investimento no concelho, com o objectivo de captar projectos empresariais e de criar novos postos de trabalho.
O município presidido por Álvaro Amaro (PSD) criou um Gabinete de Desenvolvimento Estratégico e Apoio ao Investimento e Empreendedorismo, um Regulamento Municipal de Concessão de Incentivos ao Investimento denominado “Guarda Investe” (que é a actualização de um outro já existente) e lançou um concurso de empreendedorismo com a designação de “Guarda Forte”.
Durante a sessão, o município assinou também contratos de Projectos de Investimento de Interesse Municipal (PIIM) com 11 empresários instalados localmente. Segundo Álvaro Amaro, os PIIM «significam uma perda de receita para o município de 90 mil euros», mas estão associados «a cerca de 50 milhões de euros de investimento e [à criação] de 200 postos de trabalho». «Destes 11 [projectos de investimento], sete vão para a PLIE – Plataforma Logística de Iniciativa Empresarial», disse o autarca, acrescentando que, nos últimos quatro anos, a Câmara Municipal da Guarda vendeu 62 lotes naquele espaço empresarial.
O regulamento municipal “Guarda Investe”, que vai estar em consulta pública por 45 dias, é um instrumento de apoio ao desenvolvimento económico do concelho da Guarda e é destinado às iniciativas empresariais.
Segundo o seu autor, Noel Gomes, tem por objectivo «captar investimento» para gerar emprego e riqueza e proporcionar melhor qualidade de vida à população local. Noel Gomes explicou tratar-se de uma actualização do regulamento em vigor, que alarga os incentivos e simplifica o procedimento existente.
O “Guarda Investe” prevê vários incentivos ao investimento como benefícios fiscais, isenção ou redução de taxas municipais e apoios financeiros não reembolsáveis (ao investimento, até ao limite de cinco mil euros, e à criação de emprego, até ao limite de 7.500 euros), entre outros.
Segundo a autarquia, o concurso de empreendedorismo “Guarda Forte”, com um prémio de 2.500 euros, visa apoiar ideias/projectos inovadores de âmbito nacional que contemplem a criação de novas empresas que se instalem no concelho da Guarda.
O Gabinete de Desenvolvimento Estratégico e Apoio ao Investimento e Empreendedorismo, que será coordenado por Maria Manuela Gaspar, pretende, entre outros objectivos, «acompanhar as empresas e empresários instalados ou que se pretendam instalar no município», prestando informação e aconselhamento nas várias áreas de actuação.
A Câmara Municipal da Guarda apresentou também Quinta-feira uma plataforma “online” de apoio ao investidor, que está associada às iniciativas divulgadas.

Comentar

. logged in para comentar.

Artigos relacionados

SiteLock

Voltar para o topo

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close