Câmara da Guarda atribui Medalha de Honra grau ouro, a título póstumo, a Almeida Santos

A Câmara da Guarda atribuiu esta manhã a Medalha de Honra grau ouro, a título póstumo, a António de Almeida Santos, o primeiro presidente da Assembleia Municipal local e a Medalha de Mérito Municipal grau ouro a Vítor Cabeço, o primeiro presidente de Câmara eleito no concelho.
Na sessão de homenagem aos dois antigos autarcas da Guarda – Almeida Santos e Vítor Cabeço -, o actual presidente da Câmara. Álvaro Amaro, referiu que os primeiros eleitos para os órgãos autárquicos a nível nacional «são os verdadeiros capitães de Abril do poder democrático». «Esses, que abriram o caminho, os que foram à frente, os que lideraram», justificou.DSC_8173

DSC_8129

DSC_8093

DSC_8050

FullSizeRender (1)
Além da atribuição da Medalha de Honra a António de Almeida Santos (que foi presidente da Assembleia Municipal da Guarda entre 1977 e 1985), a autarquia da Guarda atribuiu também hoje o seu nome ao troço da Via de Cintura Externa que liga a zona da ponte pedonal (na Guarda-Gare) ao Parque Industrial.
Na homenagem póstuma, a filha de Almeida Santos, a deputada do PS na Assembleia de República Antónia de Almeida Santos, disse que aquele momento era «de grande significado e emoção». «Não podiam ter escolhido melhor a data para homenagear o meu pai. Foi um dos obreiros da democracia e da liberdade», afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close