Câmara da Guarda decreta três dias de luto pela morte de Almeida Santos

O presidente da Câmara da Guarda, Álvaro Amaro, decretou três dias de luto municipal, com bandeira a meia haste, pelo falecimento de António Almeida Santos, presidente da Assembleia Municipal da Guarda de 1977 a 1985.
Em comunicado, a Federação da Guarda do Partido Socialista expressa o seu sentido pesar pelo falecimento do presidente honorário do PS, apresentando sentidas condolências à família, em particular à sua filha Maria Antónia Almeida Santos, eleita Deputada à Assembleia da República pelo circulo eleitoral da Guarda.

O socialista António de Almeida Santos, que morreu na Segunda-feira à noite aos 89 anos, foi uma figura de referência da democracia portuguesa, tendo ocupado a presidência da Assembleia da República entre 1995 e 2002. Foi o primeiro presidente da Assembleia Municipal da Guarda, tendo o seu nome sido atribuído à sala onde se reúne aquele órgão autárquico..

Nasceu a 15 de Fevereiro de 1926 em Cabeça (Seia) e licenciou-se em direito na Universidade de Coimbra em 1950.

Comentar

. logged in para comentar.

Artigos relacionados

SiteLock

Voltar para o topo

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close