Câmara da Guarda manteve a adjudicação sos transportes públicos à TRN – Rodoviária Internacional e Nacional

A Câmara da Guarda decidiu manter a adjudicação dos transportes públicos urbanos à empresa TRN – Rodoviária Internacional e Nacional, justificando que o atraso na entrega de alguns documentos se deveu a um «justo impedimento» porque os serviços do Registo Nacional de Pessoas Colectivas não permitiu, dada a situação de pandemia, que fosse cumprido o prazo. A informação foi prestada esta tarde aos jornalistas pelo presidente do Município, Carlos Chaves Monteiro, após a reunião quinzenal do executivo municipal.

De recordar que foi na sequência da reclamação da “Encosta Tour” que autarquia entendeu ouvir os argumentos da TRN sobre o incumprimento dos prazos previstos no artigo 22º do Programa de Concurso para apresentação de diversa documentação exigida, nomeadamente relativa à constituição da sociedade concessionária e ao comprovativo da realização integral do capital social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close